Voltar   Fórum BMW Portugal > Diversos Assuntos > Revisões

Notícias

Revisões Foi com o seu carro à revisão, conte aqui a sua experiência

Resposta
 
Ferramentas do Tópico Pesquisar no Tópico
Antigo 09-10-2018, 19:50   #21
ntv
Chefe de Mecânicos
 
Registado em: Jan 2014
Posts: 1,708
Padrão Dúvida | registo digital de manutenção

Citação:
Publicado originalmente por aplinhares Ver Post
a BPS é sem limite de kms ?


Isso mesmo. Se te referes ao Service inclusive (que a maioria dos BPS tem) não tem limite de kms. Tem limite é de idade. 5 anos de data de 1a matrícula. O que acontecer primeiro acaba o Service Inclusive.

Os BMW novos vendidos em Portugal trazem quase todos o Service inclusive pelo que quando são vendidos como usados pela BMW em BPS, mantêm o pacote de manutenção.

A garantia não tem qualquer limite de kms e por lei não pode ter.

Última edição por ntv; 10-10-2018 às 17:05.
ntv está ligado agora   Responder com citação
Antigo 09-10-2018, 22:36   #22
pnogueira
Moderador
 
Avatar de pnogueira
 
Registado em: Dec 2012
Localização: La La Land
Posts: 39,070
Padrão

Citação:
Publicado originalmente por ntv Ver Post
Isso mesmo. Não tem limite de kms. Tem limite é de idade. 5 anos de data de 1a matrícula. O que acontecer primeiro acaba o BPS.
Isso varia muito com o acordo inicial e o pais de origem da garantia.

Muitos dos novos veem com BPS para 1 ano ou 25.000
E os S6 e S7 com BPS PLATINUM, 2 anos e 50.000



Citação:
The “Warranty Period” commences on the date of purchase of the Vehicle from the authorised BMW dealer and continues for the following period without distance stipulation:
(a) For all BMW models (except BMW 6 Series, M6 and 7 Series): 12 months.
(b) For BMW 6 Series, M6 and 7 Series models: 24 months.
In some limited instances, a balance of the BMW (New Vehicle) Supplementary Warranty may apply.
Please refer to your BMW Supplementary Warranty Book for full details.
The BMW Premium Selection Warranty does not limit the operation of the BMW (New Vehicle) Supplementary Warranty.

Última edição por pnogueira; 09-10-2018 às 22:39.
pnogueira está desligado   Responder com citação
Antigo 10-10-2018, 00:12   #23
ntv
Chefe de Mecânicos
 
Registado em: Jan 2014
Posts: 1,708
Padrão Dúvida | registo digital de manutenção

Citação:
Publicado originalmente por pnogueira Ver Post
Isso varia muito com o acordo inicial e o pais de origem da garantia.

Muitos dos novos veem com BPS para 1 ano ou 25.000
E os S6 e S7 com BPS PLATINUM, 2 anos e 50.000



Estava a referir-me ao Service inclusive do BPS. Pensei que era o que estava a ser perguntado. Fiz confusão.

E nesse caso, só me refiro a BMW vendidos novos e matriculados em Portugal que é o que conheço. Vindos de lá de fora não faço ideia.

Na garantia tens toda a razão. Há diferenças consoante os países.

Última edição por ntv; 10-10-2018 às 00:17.
ntv está ligado agora   Responder com citação
Antigo 10-10-2018, 09:45   #24
pnogueira
Moderador
 
Avatar de pnogueira
 
Registado em: Dec 2012
Localização: La La Land
Posts: 39,070
Padrão

Citação:
Publicado originalmente por ntv Ver Post
Na garantia tens toda a razão. Há diferenças consoante os países.
So tava a salvaguardar p n se induzir ninguem em erro.
Em esp com tt carro importado por ai
pnogueira está desligado   Responder com citação
Antigo 10-10-2018, 17:10   #25
ntv
Chefe de Mecânicos
 
Registado em: Jan 2014
Posts: 1,708
Padrão Dúvida | registo digital de manutenção

Citação:
Publicado originalmente por pnogueira Ver Post
Isso varia muito com o acordo inicial e o pais de origem da garantia.

Muitos dos novos veem com BPS para 1 ano ou 25.000
E os S6 e S7 com BPS PLATINUM, 2 anos e 50.000



Sim, mas atenção que a lei da garantia (que é europeia e aplica-se a todos os países da união Europeia, mesmo que nunca seja transcrita para a legislação do próprio país) não estabelece nenhum limite de kms e menos de 1 ano de garantia (por mútuo acordo) nenhuma viatura usada pode ter.

O BPS tem algumas condições e restrições que são anuladas pela lei da garantia. Pode a BMW escrever na mesma isso nas condições? Pode. Mas em caso de divergência entre o que diz o BPS e o que diz a Lei, prevalece a lei.

Há pouco tempo houve polémica na Peugeot Portugal e na Ford Portugal que colocavam nas condições da garantia de 2 anos dos usados oficiais da marca a obrigatoriedade de manutenção na marca durante os 2 anos. Foram obrigados pelo tribunal a retirar essa informação e a informar todos os clientes que eram proprietários de viaturas dessas marcas, adquiridos nessas condições.

A BMW não está próxima disso,
Porque as incompatibilidades das condições que refere são mais de peças que referem não estar cobertas. E por lei, também não se deve listar peças não cobertas. Mesmo as de desgaste, podem no limite ser cobertas pela lei da garantia se for considerado “não conforme” no momento da aquisição (embora com requisitos diferentes e muito mais restritos).

Última edição por ntv; 10-10-2018 às 17:13.
ntv está ligado agora   Responder com citação
Antigo 10-10-2018, 17:11   #26
ntv
Chefe de Mecânicos
 
Registado em: Jan 2014
Posts: 1,708
Padrão Dúvida | registo digital de manutenção

Citação:
Publicado originalmente por pnogueira Ver Post
So tava a salvaguardar p n se induzir ninguem em erro.

Em esp com tt carro importado por ai


Correto e afirmativo. Mas dentro de países da União Europeia, por regra, não deve existir, porque a Lei da Garantia é a mesma. Fora da União Europeia é uma situação totalmente distinta.

Última edição por ntv; 10-10-2018 às 20:36.
ntv está ligado agora   Responder com citação
Antigo 10-10-2018, 17:45   #27
pnogueira
Moderador
 
Avatar de pnogueira
 
Registado em: Dec 2012
Localização: La La Land
Posts: 39,070
Padrão

Citação:
Publicado originalmente por ntv Ver Post
Correto e afirmativo. Mas dentro de países da União Europeia, por regra, não devo existir, porque a Lei da Garantia é a mesma. Fora da União Europeia é uma situação totalmente distinta.
Nim... se assinas um acordo de 1ano, torna-se valido, e é "tua" culpa aceitar essas condições.
(obvio q quem faz isso é por desconheciemnto causa... o chamado atirar barro a parede)
Depois, provar o contrario em tribunal vs os advogados das marcas é complicado
pnogueira está desligado   Responder com citação
Antigo 10-10-2018, 20:36   #28
ntv
Chefe de Mecânicos
 
Registado em: Jan 2014
Posts: 1,708
Padrão Dúvida | registo digital de manutenção

Citação:
Publicado originalmente por pnogueira Ver Post
Nim... se assinas um acordo de 1ano, torna-se valido, e é "tua" culpa aceitar essas condições.

(obvio q quem faz isso é por desconheciemnto causa... o chamado atirar barro a parede)

Depois, provar o contrario em tribunal vs os advogados das marcas é complicado


Não é verdade.

Não sou advogado mas tenho relação com leis na minha atividade profissional. E tenho já histórico de interações com o Centro de Arbitragem do Sector Automóvel.

Esses acordos não são válidos. São nulos automaticamente por força da lei da garantia.

Desconhecer a lei não é justificação válida para não a cumprir. Por isso não pode ser argumentado.

Aqui não é preciso tribunais “comuns” nem nada disso. Qualquer tribunal arbitral resolve isso rapidamente e quase sem custos. Não é possível ter menos de 1 ano. E se não houver mútuo acordo assinado por ambos (pois só assim é possível reduzir garantia de 24 meses para 12 meses) prevalece sempre os 24 meses de garantia. Em tribunal, se for caso disso, ganhas sempre. Vendedor não tem a mínima hipótese.

Para a garantia de 24 meses não é preciso qualquer papel ou declaração de garantia. A garantia é sempre de 24 meses. Só não é, se houver mútuo acordo (mas este sim tem de ser assinado por ambos).
ntv está ligado agora   Responder com citação
Antigo 10-10-2018, 21:01   #29
pnogueira
Moderador
 
Avatar de pnogueira
 
Registado em: Dec 2012
Localização: La La Land
Posts: 39,070
Padrão

Citação:
Publicado originalmente por ntv Ver Post
Só não é, se houver mútuo acordo (mas este sim tem de ser assinado por ambos).
Isso que me referia acima... Em todo o caso "cuidado" com as garantias de 2anos.
Em especial em carros, e com peças de desgaste.
A lei é muito "clara", o que deixa muita coisa em aberto infelizmente


Citação:
The legal guarantee is valid for a period of two years throughout the EU.
But there are certain conditions.

The legal guarantee covers any defects presumed to have existed at the time of delivery and which become apparent within a period of two years.
However, the crucial time period here is the six months following purchase:

Any fault that appears within six months will be presumed to have existed at the time of delivery. The seller must then repair or replace free of charge - or reimburse you if repairs or replacement are impossible.

After six months, you can still hold the seller responsible for any defects during the full two-year guarantee period. However, if the seller contests this, you must be able to prove that the defect existed at the time of delivery.
This is often difficult, and you will probably have to involve a technical expert.
Podes ler a lei completa aqui se quiseres:

https://europa.eu/youreurope/citizen...q/index_en.htm

pnogueira está desligado   Responder com citação
Antigo 10-10-2018, 23:58   #30
ntv
Chefe de Mecânicos
 
Registado em: Jan 2014
Posts: 1,708
Padrão Dúvida | registo digital de manutenção

Citação:
Publicado originalmente por pnogueira Ver Post
Isso que me referia acima... Em todo o caso "cuidado" com as garantias de 2anos.
Em especial em carros, e com peças de desgaste.
A lei é muito "clara", o que deixa muita coisa em aberto infelizmente




Podes ler a lei completa aqui se quiseres:

https://europa.eu/youreurope/citizen...q/index_en.htm



Mas aqui estás defendido. A lei foi transcrita pra legislação portuguesa e não deixa dúvidas. O que citas são as não conformidades no momento da compra. Há uma alínea para essa situação (muito específica) que cobre mesmo tradicionais peças de desgaste (já troquei em garantia discos de travão e pastilhas assim).

Mas no regime geral de cobertura a lei cobre todas as peças e órgãos menos as peças de desgaste.

Lei diz apenas só isto. A dificuldade é o vendedor dizer que é peça de desgaste e tu argumentares que não é.

Mas há jurisprudências portuguesa nesse sentido que ajudam a esclarecer. Genericamente consideram-se peças de desgaste aquelas que pela utilização normal da viatura sejam necessárias trocar ao longo da vida da viatura sendo mais óbvias aquelas que têm um intervalo regular de substituição recomendada.

Ou seja, tradicionalmente uma bateria, umas pastilhas, umas escovas limpa-vidros serão sempre peças de desgaste. E como tal, não abrangidas pela lei da garantia.

Porém, se quando compras um carro usado, tenha ele que idade ou kms tiver, se 1 semana depois a bateria dá o berro e dizem-te que há muito que devia ter sido trocada, é abrangida pela lei da garantia, não pela alínea da “cobertura de todas as peças e órgãos menos peças de desgaste” porque efetivamente é uma peça de desgaste mas sim, pela alínea da “não conformidade no momento da compra”. Uma bateria que dá o berro uma semana após a compra da viatura usada, dificilmente pode o vendedor argumentar que a avaria não existia desde o momento da compra e por isso é enquadrado como não conformidade e por isso com direito a substituição gratuita.

Na transcrição para a lei portuguesa (pelo menos) nunca o comprador tem de provar que a avaria existia ou não. O vendedor é que tem de provar que a avaria não existia. Até lá, a lei obriga o vendedor a assumir os custos. Se depois ele consegue demonstrar que não existia e depois avança para compensação é outra história. A lei da garantia é de âmbito de Direito Civil. Não de Direito Penal.

No Direito Civil se eu fico lesado por uma avaria de uma viatura que comprei e não era suposto avariar ou aquele órgão é suposto durar toda a vida útil do carro e não dura, eu fiquei lesado e esse dano deve ser reparado. Objetivamente por quem me vendeu o carro que é quem é responsável por garantir as condições de negócio transacionadas ou acordadas.

O Direito Penal é totalmente diferente. Eu conseguir que o vendedor seja condenado por ter adulterado um carro ou ter aldrabado peças (por exemplo) isso sim é o cabo dos trabalhos e eu tenho que provar que isso aconteceu, que foi propositado ou por negligência (ação ou omissão) e que o vendedor sabia o que estava a fazer e sabia que não o podia fazer, que é na prática virtualmente impossível.

Mas quando és enganado na compra de um carro usado ou o carro usado tem uma avaria que não devia, o que tu queres não é que o vendedor vá preso. Queres é o carro arranjado se tiver arranjo, queres uma devolução de parte do dinheiro que pagaste (pois pagaste demais para o que agora sabes ser o verdadeiro estado da viatura) ou no limite o negócio anulado e o teu dinheiro de volta. E isso consegues e é isso que a Lei da Garantia te dá e de forma mais fácil e para resolver isso que foi criada.

De modo rápido, simples e barato, fora dos círculos judiciais tradicionais que são lentos, pesados e caros e não compatíveis com questões do consumo.

A nossa Lei da Garantia é mesmo muito boa. As pessoas é que não sabem.

Há uma sentença com jurisprudência de um tribunal ou do Porto ou de Santo Tirso de um senhor que comprou um Mercedes classe E de 2003 alegadamente com 90 mil kms que 7 ou 8 anos depois descobriu que tinha afinal mais de 200 mil kms no momento da compra. O tribunal deu plena razão ao comprador e 10 anos depois da compra, a sentença obrigou o vendedor a receber o carro de volta e a pagar a totalidade do dinheiro que o comprador deu pelo carro 10 anos antes, mais juros. E o comprador até disse que o carro cumpriu com o pretendido e esteve 8 anos satisfeito com ele e se nunca descobrisse que carro tinha mais de 100 mil kms “a mais” do que marcava o conta-quilómetros, ele nunca suspeitaria. Mas assim que soube, sentiu-se lesado e no direito que a Lei da Garantia e o Direito Civil lhe assiste, recorreu à justiça e venceu. A não conformidade no momento da compra, desde que devidamente documentada, como foi o caso, nunca prescreve. E mesmo esperando anos para ter justiça, ela chegou. E bem.

Última edição por ntv; 11-10-2018 às 00:09.
ntv está ligado agora   Responder com citação
Antigo 11-10-2018, 00:28   #31
pnogueira
Moderador
 
Avatar de pnogueira
 
Registado em: Dec 2012
Localização: La La Land
Posts: 39,070
Padrão

Sim, mas para conseguires qq coisa estouras bastante em advogados e muita gente não se pode dar a esse luxo infelizmente, e mt fazem-se valer disso.

Citação:
Publicado originalmente por ntv Ver Post
No Direito Civil se eu fico lesado por uma avaria de uma viatura que comprei e não era suposto avariar ou aquele órgão é suposto durar toda a vida útil do carro e não dura, eu fiquei lesado e esse dano deve ser reparado. Objetivamente por quem me vendeu o carro que é quem é responsável por garantir as condições de negócio transacionadas ou acordadas.
Não querendo alargar o tema, se isso fosse 100% verdade (e facil) os N47 não tinham dado tantas "dores de cabeça" a muita gente

hehe
pnogueira está desligado   Responder com citação
Antigo 11-10-2018, 08:14   #32
ntv
Chefe de Mecânicos
 
Registado em: Jan 2014
Posts: 1,708
Padrão Dúvida | registo digital de manutenção

Citação:
Publicado originalmente por pnogueira Ver Post
Sim, mas para conseguires qq coisa estouras bastante em advogados e muita gente não se pode dar a esse luxo infelizmente, e mt fazem-se valer disso.







Não querendo alargar o tema, se isso fosse 100% verdade (e facil) os N47 não tinham dado tantas "dores de cabeça" a muita gente



hehe


Sim e não. A corrente de distribuição embora a marca dissesse que era uma peça sem troca prevista de manutenção, é uma peça óbvia de desgaste. Agora se ela se avariar ou partir aos 20 ou 30 mil kms, mesmo após os 2 anos de garantia, é difícil dizer que é um desgaste esperado e habitual para a idade e kms.

Outras marcas que usam corrente não dizem o que a BMW dizia. Aqui não conta o que a marca diz apenas. Senão era fácil. A marca era parte interessada em não ressarcir clientes e claro que ia dizer que era peça de desgaste.

Tens o exemplo do alternador. Em 99% dos carros o alternador também dura a vida útil do carro mas pela sua função e ação (tal como a corrente de distribuição) é uma peça de elevado desgaste. Não tem plano definido de troca prevista mas mais cedo ou mais tarde, pode acontecer.

Sobre custos e fazer valer os direitos, pelo Centro de Arbitragem do Sector Automóvel é muito barato:

- custa 10€ formalizar queixa por escrito;
- é atribuído um jurista (sem custos) ao teu caso que vai fazer toda a mediação entre comprador e vendedor;
- só se não houver acordo entre as partes, que costuma haver, é que se avança para tribunal arbitral;
- ai pagas 400 ou 500€ (não me lembro) de caução mas só se perderes a causa e não te for dada razão é que perdes o dinheiro. Caso contrário é-te restituído;
- o tempo médio entre a formalização da queixa, insucesso da mediação e ida a tribunal é de apenas 3-4 meses;

Como vês é muito mais barato e simples. O que não se faz nesses tribunais é avaliar a questão do ponto de vista de processo penal (se houve burla, falsificação documentos, viciação viatura, etc). Isso é que demora muito tempo e muito €€€€.

Última edição por ntv; 11-10-2018 às 11:08.
ntv está ligado agora   Responder com citação
Antigo 03-12-2018, 22:05   #33
staypuff
Aprendiz de Mecânico
 
Avatar de staypuff
 
Registado em: Apr 2012
Localização: Abrantes
Posts: 75
Padrão

Citação:
Publicado originalmente por aplinhares Ver Post
mas a bmw não diz que o óleo da caixa é "vitalício"?
Graças a essa afirmação fiquei sem caixa automática no meu E46, a primeira coisa que o mecânico perguntou foi quando é que eu tinha mudado olio e filtro pela última vez.
Alem do mais, se fores à BMW eles trocam a casa 200 000 km
Como a centralina deteta problemas na caixa, nem liga o motor.
staypuff está desligado   Responder com citação
Resposta


Utilizadores ativos no Tópico: 1 (0 Membros e 1 Visitantes)
 
Ferramentas do Tópico Pesquisar no Tópico
Pesquisar no Tópico:

Pesquisa Avançada

Regras para Publicar
Você não pode publicar novos tópicos
Você não pode publicar respostas
Você não pode publicar anexos
Você não pode editar os seus posts

Código [IMG] Sim
Código HTML Desligado
Ir para...


Horários baseados na GMT. Agora são 20:49.


Powered by vBulletin® Version 3.7.1
Copyright ©2000 - 2018, Jelsoft Enterprises Ltd.
Todos os direitos reservados 2008-2017