Voltar   Fórum BMW Portugal > Diversos Assuntos > Informações Técnicas

Notícias

Informações Técnicas Secção dedicada a informações técnicas de diversos aspetos dos nossos carros e motores

Resposta
 
Ferramentas do Tópico Pesquisar no Tópico
Antigo 13-05-2009, 11:59   #1
lude
Moderador
 
Avatar de lude
 
Registado em: Mar 2009
Localização: Chelas
Posts: 4,449
Thumbs up Dicionário automóvel

ABC
(Active Body Control) Suspensão pneumática activa de regulação automática.

ABS
Siglas inglesas que correspondem ao Sistema Anti Bloqueio dos travões. É um conjunto de dispositivos electro-hidráulicos que evitam, no decorrer de uma travagem, que alguma das rodas dianteiras do veículo bloqueiem. Assim as rodas podem responder com sucesso aos movimentos do volante, o que é impossível quando estão bloqueadas. Um sistema de travagem como este consegue imobilizar o veículo num espaço mais curto. Para uma utilização perfeita do ABS, é só necessário pisar o travão a fundo, e depois esperar que o sistema entre em acção. Quando o ABS actua o condutor apercebe-se de uma pequena vibração no pedal do travão. O sistema ABS torna-se eficaz nos veículos ligeiros, mas é por vezes questionada quando se aplica em veículos de todo-o-terreno.

ACC
(Adaptative Cruise Control) Regulador da velocidade que permite manter as distâncias de segurança.

ACD
(Active Center Differential) Controlo electrónico do diferencial central. Permite melhorar a tracção e a resposta da direcção do veículo.

ACIS
(Acoustic Control Induction System) Sistema de admissão de geometria variável. Melhora o binário, especialmente nos baixos regimes de rotação do motor, ao modificar a longitude do colector de admissão.

ADB
(Automatic Differential Brake) Como ADC.

ADC
(Active Differential Control) Sistema de controlo do diferencial. Reparte a tracção actuando sobre a roda que perde aderência.

ADS
(Adaptative Damping System) Sistema de suspensão que adapta automaticamente os amortecedores em função das condições da estrada.

Aerodinâmica
Estudo do comportamento do ar quando passa em volta de um objecto em movimento e as forças exercidas pelo ar sobre esse objecto. No design de automóveis os pontos positivos e negativos das correntes de ar são estudados em túneis de vento. O ponto negativo é quando o ar pressiona o veículo a ficar mais perto do solo. O fenómeno da aerodinâmica ainda continua a dar muito que fazer aos designers actuais.

AFE
Dispositivo de travagem automática de emergência que aplica o máximo de força de travagem quando se pisa bruscamente o travão.

AFS
(Active Frontlight System) Sistema que actua sobre as luzes dianteiras aumentando ou diminuindo a luminosidade, tendo em conta as condições da estrada e estado do tempo.

AGP
(Adaptative Gas Pedal) Acelerador de comando electrónico.

AHC
(Automatic Headlight Control) Sistema de regulação automática das luzes dianteiras.

Airbag
No decorrer de uma forte colisão, esta almofada de ar enche-se em frente do condutor em milésimos de segundo, ou ao seu lado, no caso dos airbags laterais (sidebags), reduzindo assim o risco de lesões. Uma vez cumprida a sua missão a almofada torna a esvaziar-se em décimos de segundo. A bolsa insufla-se com um gás inócuo gerado pela combustão de um explosivo. Mas o gás que enche a almofada também pode ser lançado por um recipiente de gás pressurizado. Os primeiros airbags da historia do automóvel eram só para o condutor, e tinham a tarefa de evitar que pudesse ser projectado contra o volante e evitar quaisquer tipos de ferimentos. Mais tarde, esta medida foi extensível ao passageiro, com uma almofada de tamanho muito maior. A protecção contra os choques laterais chegou posteriormente com almofadas que entram em acção para proteger a zona do tórax, e existem tanto nos bancos dianteiros como nos traseiros. As últimas aplicações protegem também a cabeça de embates laterais. Para o futuro já se fala em airbags que protejam também os pés.

Airbag com detector de intensidade do impacto
Existem airbags que entram em funcionamento com maior ou menor intensidade em função da gravidade do acidente, para evitar que ao ser accionado, o sistema possa provocar feridas em choques de menor intensidade. Estudos apontam o disparo dos airbags como ofensivo para os ocupantes do veículo e a causa de algumas lesões.

AIRMATIC
Suspensão pneumática com controlo automático da regulação.

AIRMATIC DC
(Dual Control) Suspensão pneumática com dupla regulação.

ALB
(Automatic Load-sensitive Braking force metering) Sistema de auxílio à força de travagem.

Alimentação
Conjunto de elementos que têm como função fornecer o combustível e o ar ao motor. Nos motores de combustão - a gasolina - o sistema de alimentação encarrega-se de realizar a mistura ar-combustível antes de entrar na câmara de combustão. Nos motores de compressão - a gasóleo - o sistema de alimentação introduz, por um lado, ar puro no cilindro, e por outro, o combustível fazendo a mistura na câmara de combustão.

Amortecedores
Elemento da suspensão que em conjunto com as molas, tem como função isolar as vibrações provenientes das rodas.

Antipatinagem
Dispositivo encarregado de reduzir a patinagem das rodas motrizes por excesso de motricidade aplicada em relação à aderência existente. Existem aqueles que actuam travando a roda que patina - é uma evolução do ABS, sem que o condutor exerça pressão - outros actuam sobre a quantidade de mistura que entra nos cilindros. Existem ainda outros que combinam ambos os dispositivos.

Aquaplanning
Fenómeno que é produzido quando os rasgos dos pneus são incapazes de evacuar a água que se interpõe entre o pneu e o solo. Como consequência o pneu perde o contacto directo com o solo, desaparecendo a aderência e dando origem ao aquaplanning. Esta situação pode acontecer em diversas circunstâncias: quando o pneu está gasto e sem condições de utilização ou quando se entra num lençol de água a grande velocidade. Não se pode confundir o aquaplanning com a aderência da borracha do pneu em asfalto seco ou molhado. Quando se produz o aquaplanning, a roda não está em contacto com o asfalto, é mais ou menos o efeito de uma prancha de surf sobre uma onda, ou seja a aderência é praticamente nula.

Ar condicionado
Este dispositivo permite refrescar o ar dentro do habitáculo, através de um circuito de refrigeração. Ao refrescar o ar, a humidade existente condensa-se e desaparece. No Inverno transforma-se num sistema de aquecimento eficaz. Os fabricantes recomendam ligar com alguma regularidade o ar condicionado, inclusivé no Inverno, para evitar que as juntas do circuito fiquem ressequidas e possam assim aparecer fugas de anti-congelante

Árvore de cames
O mesmo que veio de excêntricos. Peça rotativa colocada na cabeça do motor (nos mais antigos pode estar no bloco) e encarregue de accionar as válvulas através de excêntricos. É accionada pela cambota através de uma correia ou corrente.

Árvore de cames contra-rotativos
O mesmo que veios de equilíbrio. São veios rotativos de carácter simétrico que giram no sentido inverso ao da cambota e cuja finalidade é anular as vibrações provocadas pelo funcionamento do motor.

ASC
(Automatic Stability Control) Controlo de estabilidade. Detecta qualquer perda de controlo da viatura corrigindo-a e corta, inclusive, a propulsão do motor, para que a viatura siga a direcção indicada pelo volante.

ASF
(Audi Space Frame) Estrutura em alumínio utilizada pela Audi em alguns dos seus modelos que é mais leve, mais resistente e mais segura que o aço.

ASR
(Antriebe Schlupf Regelung) Sistema anti-patinagem utilizado pelo Grupo Volkswagen que trava a roda que gira no vazio, evitando a perda de tracção da mesma.

Assistência à travagem de emergência
Sub-função do servo-freio que aplica automaticamente a potência máxima de travagem quando o condutor carrega bruscamente no pedal do travão. Pretende complementar a reacção do condutor comum, que numa situação de perigo tende a pisar o travão com rapidez mas não com a força apropriada.
__________________
ŁµÐ€ ρяѻσנє¢†s: nuno.2ya.com - ツ - ɯoɔ˙ɐʎ2˙ounu//:dʇʇɥ
BMW 330Cd | Honda Prelude 2.2 VTEC 4WS


"Subviragem é quando bates de frente no muro. Sobreviragem é quando bates de traseira no muro.
Potência é a velocidade com que bates no muro. Binário é até onde consegues levar o muro contigo."

Última edição por lude; 13-05-2009 às 12:07.
lude está desligado  
                                                        Responder com citação
Antigo 13-05-2009, 12:01   #2
lude
Moderador
 
Avatar de lude
 
Registado em: Mar 2009
Localização: Chelas
Posts: 4,449
Padrão

Assistência da direcção
Conjunto de elementos que têm como finalidade reduzir o esforço necessário para rodar o volante. É habitualmente composta por um circuito hidráulico animado pelo motor principal, havendo cada vez mais recurso à assistência por motor eléctrico.

Assistência de travagem
Conjunto de elementos que têm como finalidade multiplicar o esforço exercido no pedal do travão, tornando a travagem mais eficaz e fácil de dosear. Sistema habitualmente hidráulico. Também pode designar-se por servo-freio.

ATTS
(Active Torque Transfer System) Dispositivo utilizado em veículos 4x4, que transfere o binário do eixo traseiro para o eixo dianteiro quando sente perda de motricidade.

AUC
Controlo da qualidade do ar libertado pelo sistema de climatização (BMW).

Autoblocante
Componente mecânico presente em alguns diferenciais que evita a perda de binário através da roda que perdeu aderência. No fundo, o autoblocante anula a função básica do diferencial, bloqueando-o quando as condições do piso o exigem.

AWD (All Wheel Drive)
Esta designação presta-se a confusões entre alguns construtores. Existem uns que a utilizam para os seus veículos de tracção integral, mas a maioria usa esta designação para modelos que possuem as quatro rodas direccionais.

AYC
(Active Yaw Control) Controlo de deriva activo. Sistema da Mitsubishi que controla a derrapagem transferindo binário para o diferencial traseiro.

Barra de torsão
É uma barra metálica que está colocada entre a carroçaria e as rodas, que é retorcida quando a roda se movimenta da sua posição de equilíbrio para cima ou para baixo, obrigando-a depois a voltar à posição original.

Barra estabilizadora
Elemento da suspensão constituído por uma barra metálica que une as duas rodas do mesmo eixo. Não actua quando ambas as rodas se movimentam para cima ou para baixo simultaneamente. Torna a suspensão flexível e confortável, aumentando artificialmente a rigidez em curva. Deste modo, as barras estabilizadoras reduzem as vibrações em mau piso e aumentam a segurança do veículo evitando a tendência para o capotamento.

Barras laterais
Elementos metálicos fixos à estrutura interior das portas, destinados a evitar intrusões em caso de choque lateral.

Berlina média
Categoria de veículos atendendo à sua dimensão. São modelos cujo comprimento é em geral acima dos 4,5 metros. Esta classificação é relativamente flexível, devido às constantes alterações que se fazem nos novos modelos com o intuito de "roubar" quota de mercado às grandes berlinas.

Biela
Peça do motor de combustão que transforma o movimento alterno do êmbolo em movimento rotativo. Está posicionada entre cada pistão e a cambota.

Binário
Medida da elasticidade do motor, ou seja, a facilidade em acelerar. O binário é a multiplicação entre a força exercida no êmbolo e a distância entre o moente de cada biela ao eixo da cambota (que é igual a metade do curso). Num motor de explosão, esta força pode variar em função do regime a que o motor rode. Quanto mais baixo seja o regime a que se alcança o valor máximo, maior amplitude terá a tracção, que é como dizer, maior garantia de que terá força suficiente para, por exemplo ultrapassar, sem ter que reduzir de mudança. No geral, um valor de binário que apenas varie com o regime a que o motor roda oferece também uma resposta consistente e constante ao acelerador.

BIT
(Board Information Terminal) Ecrã de controlo multifunções.

Bomba injectora
Uma das tecnologias da última geração dos motores Diesel. Em vez de uma bomba, que aumenta a pressão do gasóleo, de uns tubos que se dilatam devido às altas pressões e de uns injectores, é incorporada uma mini-bomba em cada injector e eliminam-se os tubos. Pressão gerada no local, mais robusta, capaz de funcionar com maiores pressões que qualquer outro sistema, e com uma pulverização mais fina do gasóleo.

Bus de dados
O mesmo que multiplexagem. Ligação dos componentes eléctricos do veículo por um canal condutor de dados comum. A informação é depois reconhecida por cada um dos módulos a que se destina. Tem como vantagem a capacidade de gerir mais dados, maior velocidade de transmissão, menor peso e a existência de um centro de diagnóstico. Tem como desvantagem a possibilidade de se darem incidentes anárquicos no sistema e de muito difícil resolução.

Cabeça do motor
Nível superior do motor, acoplado acima do bloco e onde estão as válvulas de admissão e escape, balanceiros e árvores de cames.

Cabrio
Carroçaria aberta, em geral descapotável, com uma capota de lona, derivada de uma berlina ou de um coupé.

Caixa sequencial
Denomina-se sequencial, às passagens de caixa manuais, mas em lugar de se engrenar as relações na tradicional forma H, basta mover a alavanca da caixa numa sequência longitudinal, para a frente e para trás. Também são consideradas caixas sequenciais, as velocidades manuais accionadas por botões sobre o volante (Tiptronic).

Camber
Ângulo de inclinação da roda em relação à linha vertical quando vista de frente. Se a superfície inferior do pneu se encontra mais afastada da carroçaria do que a superfície superior do mesmo, o camber está negativo. Na situação contrária o camber é positivo.

CAN
(Controlled Area Network) Circuito utilizado para a transmissão digital de dados.

Carroçaria
Parte do veículo habitualmente destinada aos ocupantes e à carga. Parte visível da viatura. Corpo do veículo.

Caster
Ângulo existente entre o eixo vertical da roda e o eixo de rotação desta.

Catalizador
Está situado no interior do tubo de escape, recondiciona os gases produzidos na combustão. No catalisador, os gases combinam-se quimicamente e saem para a atmosfera outros menos nocivos, como se a combustão tivesse sido perfeita. Este elemento é obrigatório em todos os veículos a gasolina. Mas a gasolina com chumbo - a tradicional super - desactiva a acção do catalisador. Nos motores Diesel também se utilizam os catalisadores, com menos funções e sem a regulação electrónica necessária aos motores a gasolina.

CBC
(Cornering Braking Control) Sistema de controlo de travagem em curva. (BMW)

CDI
Diesel de injecção directa "common-rail". Sigla utilizada pela Mercedes para designar estes motores.

CGI
(Charge Gasoline Injection) Sigla utilizada pela Mercedes para designar injecção directa a gasolina.

Chassis
É composto pelo motor, suspensão, rodas, travões e direcção assentes sobre a plataforma.

Cilindrada
Volume geométrico dos cilindros ocupado pelo conjunto de pistões. Permite saber a capacidade de esforço que o motor pode desenvolver.

Cintos de segurança com limitadores de esforço
Em colisões de alguma gravidade, o cinto de segurança pode causar forte pressão sobre o tórax. Quando um cinto de segurança atinge uma determinada pressão, é possível diminui-la ligeiramente, mediante um dispositivo para o efeito, pois nessa altura o airbag já terá actuado e será capaz de reter o ocupante. Com todos estes mecanismos de segurança, que actuam no decorrer de uma colisão, reduz-se o risco de lesões provocadas pelo sistema de retenção com toda a eficácia necessária. Para que a actuação do cinto de segurança seja eficaz, é necessário colocar o cinto de maneira correcta e de forma a que o ocupante fique o mais "agarrado" possível à estrutura do veículo, através do banco. Isto é possível devido à inclusão dos referidos tensores de esforço. Common-Rail - É uma das mais recentes tecnologias no mundo dos motores Diesel. Modular, necessita de alterações pouco dispendiosas para que o construtor o possa incorporar em motores já existentes. Em vez das tradicionais bombas, este sistema funciona alimentando um acumulador até que a pressão do gasóleo alcance os 1.350 Bar. Os injectores "alimentam-se" desta reserva de gasóleo a alta pressão. Porque funciona a uma pressão constante e não precisa de gerar essa pressão a cada vez que o injector a pede, o sistema é mais silencioso que o das bombas tradicionais. Como existe uma reserva continua, podem realizar-se pequenas injecções de gasóleo, à medida das necessidades do motor, reduzindo desta maneira o nível de ruídos, consumo e emissões de gases. É também conhecido por sistema de rampa comum.

Climatização
O mesmo que ar condicionado.

Climatização automática
Sistema de ar condicionado em que o aquecimento/arrefecimento do habitáculo são comandados automaticamente. O utilizador só tem que controlar a temperatura que deseja.

Coeficiente de resistência ao ar
Valor que define a aerodinâmica da configuração do automóvel. Quanto mais baixo for o cx, melhor. Um cx de 0.28 pode considerar-se bastante bom.

Colector de admissão
Tubagem encarregue de direccionar o ar para os cilindros do motor.

Colector de escape
Tubagem que faz parte integrante da linha de escape e encarregue de direccionar os gases de escape imediatamente à saída do motor para o catalisador ou silenciador mais próximo.
__________________
ŁµÐ€ ρяѻσנє¢†s: nuno.2ya.com - ツ - ɯoɔ˙ɐʎ2˙ounu//:dʇʇɥ
BMW 330Cd | Honda Prelude 2.2 VTEC 4WS


"Subviragem é quando bates de frente no muro. Sobreviragem é quando bates de traseira no muro.
Potência é a velocidade com que bates no muro. Binário é até onde consegues levar o muro contigo."
lude está desligado   Responder com citação
Antigo 13-05-2009, 12:02   #3
lude
Moderador
 
Avatar de lude
 
Registado em: Mar 2009
Localização: Chelas
Posts: 4,449
Padrão

Compensador de ralenti
Forças externas podem resultar no aumento ou diminuição do regime do ralenti. O compensador actua de forma a estabilizar e manter o regime de ralenti a um nível pré-definido.

Controlo de travagem em curva
É uma evolução do sistema de ABS, capaz de detectar, se ao travar em curva há o risco de derrapagem ou da perda de aderência do trem traseiro do veículo. Tem variadas denominações consoante as marcas - ESBS na Seat, CBC na BMW, etc - pode ajustar, durante uma travagem, a intensidade do travão sobre cada roda para evitar os desequilíbrios já mencionados.

Controlo electrónico de estabilidade
É um sistema totalmente automático encarregue de avaliar se o veículo é capaz de efectuar a trajectória que o condutor pretende quando está ao volante. Em caso negativo, o sistema é capaz de actuar sobre o acelerador, mas também sobre o sistema de travagem em cada uma das rodas de forma independente, tentando aproveitar toda a aderência disponível para efectuar a trajectória pretendida pelo condutor. Este sistema deriva também do ABS, e tem capacidade instantânea de anular a tendência sub e sobreviradora do veículo. No primeiro caso, o sistema irá travar automaticamente a roda traseira interior à curva para garantir a plena trajectória do veículo. Se o veículo derrapa, o sistema pode compensar travando a roda dianteira interior. Caso o condutor esteja a travar, o sistema encarrega-se de modificar adequadamente a força de travagem em cada roda para levar o carro a bom porto... sempre dentro do permitido pelas leis da física. Em geral este sistema denomina-se ESP, mas alguns construtores chamam-lhe DCS, Stabilitytrak, etc.

Corte de injecção
Dispositivo de protecção do motor para evitar excesso de rotação. A partir de umas rotações de motor preestabelecidas (normalmente na zona vermelha do conta-rotações), deixa de se administrar combustível de modo a evitar o aumento de velocidade e de rotações. Segundo o caso, as consequências podem ir de uma desaceleração brusca a um suave limite na aceleração. Este dispositivo não evita um possível excesso de rotações provocado por uma redução mal feita.

Coupé
Originalmente denominado por um veículo "cortado" a partir dos lugares dianteiros, actualmente pode ser um veículo de cinco lugares e sempre com duas portas. A maioria dos construtores utilizam os coupés para as versões mais desportivas.

CPU
(Center Processing Unit) Computador central ao qual estão ligados os vários sistemas e dispositivos do automóvel.

Crash box
Caixa de colisão. Elemento situado entre as barras transversais dos pára-choques e a carroçaria. Concebido de forma a evitar danos mais dispendiosos nas peças de apoio. A caixa de colisão é aparafusada e pode ser facilmente substituída sem custos elevados.

Crash-test
Ensaio de colisão com um veiculo. Existem muitos ensaios regularizados, mas nem todos são obrigatórios para a homologação de um veiculo. Estes ensaios realizam-se com uns manequins no interior dos veículos -denominados "dummies"- capazes de registar também os danos biomecânicos sofridos pelos ocupantes durante a colisão. Estes testes já permitiram salvar muitas vidas.

Cruise-control
Sistema capaz de manter de forma constante uma velocidade pré-estabelecida. O automóvel acelera automaticamente numa subida e "levanta o pé" numa situação de descida acentuada. Já existem automóveis no mercado que vão mais além, sendo capazes de manter a velocidade desejada, mas ajustando-a conforme as condições do trânsito. Vários radares encarregam-se de "ver" o terreno á frente do carro e de acelerar - ou travar - automaticamente quando um automóvel mais lento se atravessa no seu caminho. Quando o obstáculo desaparece, retoma automaticamente a velocidade pré-definida.

CSA
(Crash Severity Algorithm) Programa de cálculo existente na centralina que calcula o tempo e a força do impacto em caso de acidente.

CSC
(Cornering Stability Control) Como ESP.

Curso
Chama-se curso à distância que é intermédia entre um pistão e cada um dos tempos do motor, e que é igual, à distância existente entre o ponto morto superior e ponto morto inferior. A sua dimensão é expressa em milímetros. Em conjunto com o diâmetro, define o volume movimentado por cada um dos pistões.

CVCC
(Completely Vortex Combustion Chamber) Câmara de combustão de carga estratificada introduzida pela Honda em 1992.

CVT
(Continuously Variable Transmission) Caixa de velocidades de variação continua. Este tipo de transmissão oferece um número infinito de ralações de caixa.

CVTC
(Camshaft Variable Timing Control) Sistema de abertura das válvulas variável. Designação utilizada pela Nissan.

DBC
Dispositivo de travagem de emergência. Como AFE e BAS.

DC
(Direct Current) Corrente Contínua.

DCC
(Distance Cruise Control) Controlo da velocidade e da distância de segurança. Como DISTRONIC.

Diâmetro
É assim que se denomina a medida de diâmetro de um cilindro. A sua dimensão é expressa em milímetros. É um dos parâmetros característicos do motor. Juntamente com o curso, define-se o volume ocupado por cada pistão, do que se depreende a cilindrada do motor.

Diâmetro x curso
O Diâmetro do cilindro multiplicado pela distância máxima que é feita pela cabeça do pistão dentro do cilindro.

DSC (Dynamic Stability Control) é um sistema de segurança que facilita o controlo do automóvel mesmo em condições adversas ou superfícies irregulares.
O DSC é o núcleo do sistema de controlo de chassis nos veículos BMW. Garante os mais altos níveis (possíveis) de estabilidade durante a condução e maximiza a tracção nas rodas durante o arranque ou mesmo a aceleração. O DSC é capaz de detectar os primeiros sinais de subviragem ou sobreviragem e actua imediatamente, ajudando o condutor a manter o veículo seguro na trajectória pretendida, mesmo que os pneus tenham níveis de aderância distintos.
Sensores sofisticados monitorizam permanentemente parâmetros como a rotação de cada roda, o ângulo do volante, as forças laterais, yaw (àngulo de rotação sobre o eixo vertical). A unidade de controlo do DSC possui um modelo simulado do veículo e os dados são comparados com os recebidos pelos sensores em tempo real. Se existir demasiada diferença entre o modelo e a forma como o veículo se está a comportar, o DSC actua de forma a aumentar estabilidade e tracção. Tanto o sistema de propulsão (motor) como o sistema de travagem passam a ser controlados pelo DSC, podendo este reduzir a potência do motor ou travar individualmente qualquer roda do automóvel de forma a aumentar a estabilidade e/ou tracção.

EBD
(Electronic Brake Force Distribution) Repartidor de travagem electrónico. Associado ao ABS, este sistema distribui a força de travagem entre todas as rodas da viatura.

EBM
(Electronic Battery Management) Controlo electrónico da bateria (carga).

ECU
(Electronic Control Unit) Centralina electrónica.

EDC-K
Controlo electrónico dos amortecedores. Designação dada pela BMW.

EDS
Controlo automático do diferencial.

EEM
(Electronic Energy Management) Sistema utilizado para a optimização do consumo de electricidade.

FAP
(Filtre à particules) Filtro de partículas. Utilizado pelo Grupo PSA nos seus motores Turbodiesel. Situado antes do catalizador, retém e "destrói" as partículas de carbono e hidrocarburantes que não foram queimadas na combustão, regenerando-se activamente.

Faróis de superfície livre
Em lugar da parábola para dirigir o feixe de luz e do cristal para lhe dar a forma, os faróis mais complexos não dispõem de um reflector em forma de parábola e o cristal pode ser substituído por um simples plástico transparente. Um computador encarrega-se de desenhar, ponto por ponto, uma curvatura adequada para conseguir o feixe de luz apropriado. Na teoria, esta técnica permite um maior rendimento luminoso e uma resistência maior à ruptura no caso do plástico.

Faróis de xénon
Em vez das lâmpadas convencionais, os faróis de xénon utilizam o mesmo princípio de iluminação das lâmpadas florescentes para proporcionar uma luz branca-azulada, muito homogénea e de grande potência. Em substituição do filamento incandescente, estas lâmpadas têm dentro um gás nobre - denominado xénon - através do qual se efectua uma descarga eléctrica. Não funcionam com os habituais 12 volts, mas precisam de transformadores para conseguir gerar tensões de trabalho acima dos 20.000 volts. O seu principal inconveniente consiste num ligeiro atraso até os faróis acenderem completamente, semelhante ao das lâmpadas florescentes de uso doméstico. Pelo seu elevado poder de iluminação, precisam de um sofisticado sistema de correcção de altura, feito através de motores eléctricos, que actuam em centésimos de segundo para evitar encadeamentos com os movimentos da carroçaria.

Faróis elipsoidais
Em vez da parábola convencional, estes faróis compactos têm uma lente em frente da lâmpada para dirigir e concentrar adequadamente o feixe de luz. Para evitar dispersões de luz, que poderiam encadear os outros condutores, surge uma máscara, que provoca o característico corte horizontal na luz emitida por estes faróis.

Filtro de partículas (FAP)
Um dos maiores inconvenientes dos motores Diesel, inexistente nos motores a gasolina, é a presença de partículas sólidas no escape. Estas partículas, o tradicional fumo negro visível, enfrentam uma regulamenta- ção cada vez mais restrita. Prevê-se que a legislação que entrará em vigor em 2005 não se poderá cumprir se não houver um aumento na qualidade do gásoleo e/ou se encontre um processo que diminua a presença das partículas no escape. O grupo PSA lançará o primeiro sistema de filtragem de partículas, se serão queimadas no catalisador depois de se juntar ao combustível um aditivo que reduza a temperatura do início da combustão das mesmas.Existe um outro filtro de partículas e de polén que impede a entrada destes no habitáculo, assim como de maus odores.

FPS
(Fire Protection System) Sistema que interrompe automaticamente o fornecimento de combustível em caso de incêndio.

FSI
(Fuel Stratified Injection) Injecção directa a gasolina. Tecnologia do grupo Volkswagen que utiliza gasolina com baixo teor de enxofre.

FWD (Front Wheel Drive)
Designação dum veículo com tracção dianteira.

GDI
(Gasoline Direct Injection) Sistema de injecção directa a gasolina utilizado pela Mitsubishi.

GPL
Gás de Petróleo Liquefeito. Combustível de gás propano e butano. Isento de enxofre, de chumbo ou quaisquer compostos.
__________________
ŁµÐ€ ρяѻσנє¢†s: nuno.2ya.com - ツ - ɯoɔ˙ɐʎ2˙ounu//:dʇʇɥ
BMW 330Cd | Honda Prelude 2.2 VTEC 4WS


"Subviragem é quando bates de frente no muro. Sobreviragem é quando bates de traseira no muro.
Potência é a velocidade com que bates no muro. Binário é até onde consegues levar o muro contigo."

Última edição por lude; 02-01-2012 às 16:37.
lude está desligado   Responder com citação
Antigo 13-05-2009, 12:03   #4
lude
Moderador
 
Avatar de lude
 
Registado em: Mar 2009
Localização: Chelas
Posts: 4,449
Padrão

GPS
(Global Positioning System) Sistema de navegação baseado no cálculo da posição terrestre e da informação recebida de satélites geoestacionários. Permite determinar a rota a seguir com a ajuda de um CD-ROM ou DVD da rede de estradas.

HDC
(Hill Descent Control) Sistema utilizado pela Land Rover que facilita as descidas mais íngremes controlando e travando a velocidade do veículo, tornando o percurso mais seguro. Actua sobre o motor e sobre os travões.

HDI
Denominação utilizada pelo Grupo PSA para os motores Turbodiesel que utilizam o sistema "common-rail".

HID
(High Intensity Discharge) Designação atribuída aos faróis de xénon. Luzes de descarga de gás. Funcionam com uns eléctrodos que acendem o gás inerte (xénon) em ampolas de quartzo.

IDE
(Injection Directe d`Essence) Denominação dada pela Renault aos motores de injecção directa a gasolina.

IMA
(Integrated Motor Assist) Sistema de propulsão híbrida termo-eléctrica utilizada pela Honda inicialmente no modelo Insight e mais recentemente no Civic.

Intercooler
Emprega-se este termo para identificar um radiador que arrefece o ar da admissão em motores turbocomprimidos. Nestes motores o ar aquece, devido á compressão a que é sujeito, baixando a densidade e o seu conteúdo de oxigénio, o que diminui o possível incremento de potência devido à sobrealimentação. O intercooler arrefece este ar depois de comprimido para obter o máximo de partido da sobrealimentação do motor.

Keyless-go
Um cartão electrónico - do tamanho de um cartão de crédito, mas mais grosso - permite ao seu portador abrir a porta e por o carro a trabalhar, com a simples operação de abrir a porta com o cartão e a ignição fica automaticamente desbloqueada. Este pequeno gesto esconde centenas de acções que decorrem em centésimas de segundo. Enquanto se prime o botão para abrir a porta, o carro emite um sinal de rádio codificado. O sistema espera que exista um cartão electrónico nas proximidades - normalmente no bolso do condutor - que recebe a mensagem e responde também com um sinal via rádio. Se o carro reconhece o sinal recebido, o fecho central das portas é automaticamente desactivado. Tudo se passa a tal velocidade que parece que é instantâneo. O mesmo procedimento de reconhecimento acontece com o arranque do motor. Carrega-se num botão, contacto, carrega-se outra vez, arranque. É assim tão simples? E se alguém tenta abrir a porta antes do condutor? Não se abrirá, somente obedecerá ao portador do cartão electrónico. O motor continua a trabalhar até que nos afastemos a uma determinada distância do carro com o cartão, mas uma vez que o motor pare, só volta a trabalhar depois da "conversa" electrónica com o cartão. O cartão armazena todas as preferências do condutor, de maneira a que possa automaticamente ir buscar essa informação e activá-la, seja a regulação do volante, os assentos, espelhos ou qualquer outra memorização que o carro possua.

KGM
Quilograma por metro. Unidade de medida do binário do motor.

KW
Kilowatt. Unidade de medida da potência do motor.

LCD
(Liquid Cristal Display) Ecrã de cristais líquidos.

LCM
(Light Control Module) Sistema automático, que em caso de lâmpada fundida, atribui a sua função a uma outra lâmpada.

MDM (MDynamic Mode) Trata-se de um modo do DSC (Dynamic Stability Control) em que são permitidas maiores acelerações longitudinais e laterais, embora mantendo a estabilidade. Neste modo, apenas são efectuadas pequenas intervenções electrónicas e só é reduzida a potência do motor ou mesmo travadas as rodas quando é atingido o limite.

MFL
(Multi Function Lenkung) Volante multifunções utilizado pela BMW.

Monovolume
Categoria de veiculo de acordo com a forma da sua carroçaria. Como o seu nome indica, num só corpo de volume integram-se o vão do motor, o habitáculo e a bagageira.

NATS
Sistema anti-roubo e imobilizador do veículo da Nissan.

NCVCS
(Nissan Continuous Variable Valve Control System) Sistema da Nissan que gere a admissão do motor de forma variável.

OBD
(On Board Diagnosis) Sistema que, integrado no computador de bordo, permite controlar o nível de emissões de poluentes libertado pelo veículo.

OHC
(Over Head Camshaft) Árvore de cames à cabeça.

PAX
Dispositivo utilizado pela Michelin que permite rolar até 200 km com um pneu furado, a uma velocidade máxima de 80 km/h.

PCCB
(Porsche Ceramic Composite Brake) Discos de travão em cerâmica utilizados pela Porsche.

RDC
Sistema de controlo da pressão dos pneus utilizado pela BMW.

Roadster
Um modelo de dois lugares descapotável com uma linha desportiva. Exemplos: BMW Z3, Porsche Boxster, MGF, Mazda MX - 5...

SBC
(Sensotronic Break Control) Travões electro-hidráulicos.

SCS
(Stop Control System) Sistema mecânico autoblocante dos travões para viaturas de tracção dianteira.

Tara
Trata-se unicamente do peso de veículo em vazio e sem condutor.

Taxa de compressão
A relação do volume do cilindro e a posição do pistão no seu ponto mais baixo de descida durante o tempo de trabalho.

UIS
(Unit Injector System) Injector de alta pressão.

Utilitário
Categoria de veículo atendendo ao tamanho. São os modelos mais pequenos do mercado, com um comprimento máximo de 3,7 metros.

Windowbag
Uma das denominações possíveis para os airbags que insuflam ao lado da cabeça para proteger os ocupantes em caso de colisão lateral. Também são conhecidas por cortinas insufláveis.

ZEV
(Zero Emission Vehicle) Veículo sem emissões de poluentes.
__________________
ŁµÐ€ ρяѻσנє¢†s: nuno.2ya.com - ツ - ɯoɔ˙ɐʎ2˙ounu//:dʇʇɥ
BMW 330Cd | Honda Prelude 2.2 VTEC 4WS


"Subviragem é quando bates de frente no muro. Sobreviragem é quando bates de traseira no muro.
Potência é a velocidade com que bates no muro. Binário é até onde consegues levar o muro contigo."

Última edição por lude; 02-09-2010 às 22:07.
lude está desligado   Responder com citação
Antigo 13-05-2009, 12:04   #5
lude
Moderador
 
Avatar de lude
 
Registado em: Mar 2009
Localização: Chelas
Posts: 4,449
Padrão

Nota: não dá para criar mensagens com mais de 10.000 caracteres.
Por isso é que tive que partir o "dicionário" em vários posts.
__________________
ŁµÐ€ ρяѻσנє¢†s: nuno.2ya.com - ツ - ɯoɔ˙ɐʎ2˙ounu//:dʇʇɥ
BMW 330Cd | Honda Prelude 2.2 VTEC 4WS


"Subviragem é quando bates de frente no muro. Sobreviragem é quando bates de traseira no muro.
Potência é a velocidade com que bates no muro. Binário é até onde consegues levar o muro contigo."
lude está desligado   Responder com citação
Antigo 13-05-2009, 13:48   #6
M-Maika
Moderador
 
Avatar de M-Maika
 
Registado em: Oct 2008
Localização: Porto / Barcelona
Posts: 1,523
Padrão

Citação:
Publicado originalmente por lude Ver Post
Nota: não dá para criar mensagens com mais de 10.000 caracteres.
Por isso é que tive que partir o "dicionário" em vários posts.


Realmente não há termo que escape.

Pera, falta o MDM.

Cumprimentos,

Maika
__________________
BMW M3 E92 Alpine White
Caixa 7 velocidades M-DKG ( duplo disco )
Tecto em fibra de carbono
EDC ( electronic damper control )
Jantes 19 OZ Ultraleggera HLT
GruppeM Ram AIR com filtro ar K&N
Escape completo SuperSprint Race

Projecto: http://www.forumbmwportugal.com/showthread.php?t=70

Fotos BMW M3: http://www.forumbmwportugal.com/album.php?albumid=2
Fotos Tema BMW M3 frente a frente Porsche GT3 RS: http://www.forumbmwportugal.com/album.php?albumid=121
M-Maika está desligado   Responder com citação
Antigo 31-08-2010, 17:16   #7
Carlos Filipe Sousa
Aprendiz de Mecânico
 
Avatar de Carlos Filipe Sousa
 
Registado em: Jul 2010
Localização: Porto
Posts: 98
Padrão

Nunca tinha pensado no termo "coupé" !
Bom "glossário"!!
__________________
Carlos Filipe Sousa
Porto
BMW E46 320D 150bhp 2002 ...17x.xxx km
(estupidamente rebaixada ...mas a crescer em breve...)

Foto Album: http://www.forumbmwportugal.com/album.php?albumid=50

ex-Mistubishi Strakar; ex-BMW 518i 92; ex-Renault 11 TSE; ex-Volkswagen Jetta; ex-Volkswagen Passat Van; ex-Opel Corsa...podre
Carlos Filipe Sousa está desligado   Responder com citação
Antigo 01-09-2010, 07:57   #8
jeancsb
Ajudante de Mecânico
 
Avatar de jeancsb
 
Registado em: Feb 2010
Localização: Aveiro
Posts: 209
Enviar mensagem via Windows Live Messenger para jeancsb Enviar mensagem via Skype para jeancsb
Padrão

5* tirei algumas dúvidas!
__________________
______________________________________
Jeancsb In Fórum BMW Portugal
318i E36, 1991 (Barra AA + powerbox + Velas Iridium + Xado)
http://www.forumbmwportugal.com/album.php?albumid=37
Volvo 850, 1996(Barra AA + Repro + Velas Iridium + Actuador Turbo + Xado)
Jeep Grand Cherokee limited 3.1, 1999(A Mula)
Honda Civic Hybrid, 2007 (Vendo)
jeancsb está desligado   Responder com citação
Antigo 01-09-2010, 10:40   #9
lude
Moderador
 
Avatar de lude
 
Registado em: Mar 2009
Localização: Chelas
Posts: 4,449
Padrão

Um "dicionário" deste tipo está sempre incompleto...

Mas, se detectarem algum acrónimo em falta é só dizer que eu acrescento-o, bem como a sua descrição.
__________________
ŁµÐ€ ρяѻσנє¢†s: nuno.2ya.com - ツ - ɯoɔ˙ɐʎ2˙ounu//:dʇʇɥ
BMW 330Cd | Honda Prelude 2.2 VTEC 4WS


"Subviragem é quando bates de frente no muro. Sobreviragem é quando bates de traseira no muro.
Potência é a velocidade com que bates no muro. Binário é até onde consegues levar o muro contigo."
lude está desligado   Responder com citação
Antigo 01-09-2010, 13:37   #10
Carlos Filipe Sousa
Aprendiz de Mecânico
 
Avatar de Carlos Filipe Sousa
 
Registado em: Jul 2010
Localização: Porto
Posts: 98
Padrão



lembro-me de cardan, depois de ter visto os bons tópicos sobre diferencias!
Não está aqui mencionado.
Mas que é extensa a informação aqui descrita...um local de fácil acesso para consulta. Boa ideia, lude.
__________________
Carlos Filipe Sousa
Porto
BMW E46 320D 150bhp 2002 ...17x.xxx km
(estupidamente rebaixada ...mas a crescer em breve...)

Foto Album: http://www.forumbmwportugal.com/album.php?albumid=50

ex-Mistubishi Strakar; ex-BMW 518i 92; ex-Renault 11 TSE; ex-Volkswagen Jetta; ex-Volkswagen Passat Van; ex-Opel Corsa...podre

Última edição por Carlos Filipe Sousa; 01-09-2010 às 13:41.
Carlos Filipe Sousa está desligado   Responder com citação
Antigo 02-09-2010, 05:12   #11
lude
Moderador
 
Avatar de lude
 
Registado em: Mar 2009
Localização: Chelas
Posts: 4,449
Padrão

Citação:
Publicado originalmente por Carlos Filipe Sousa Ver Post
lembro-me de cardan, depois de ter visto os bons tópicos sobre diferencias! Não está aqui mencionado.


Na maioria dos casos, a energia mecânica é transmitida da caixa de velocidades ao diferencial por meio do eixo de transmissão. Este consiste num tubo metálico, suficientemente resistente para transmitir a potência total do motor multiplicada pelo sistema de engrenagens.
A extremidade anterior do eixo de transmissão está ligada à caixa de velocidades, que é aparafusada ao chassis ou à estrutura monobloco do automóvel, enquanto a outra extremidade está ligada ao pinhão de ataque do diferencial.
Quando o automóvel circula num piso irregular, o conjunto do eixo traseiro sobe e desce conforme as molas da suspensão flectem, pelo que o eixo de transmissão deverá apresentar cardans nas suas extremidades para que possa oscilar, durante o seu movimento de rotação. Como o movimento do conjunto do eixo traseiro modifica constantemente a distância entre a caixa de câmbio e a união com diferencial, o comprimento do eixo de transmissão deve poder variar na mesma proporção.
Os automóveis de tração à frente e os de motor e tração atrás não necessitam de eixos de transmissão, sendo, neste caso, a energia mecânica transmitida do diferencial existente na caixa de velocidades para as rodas motrizes. Os semieixos apresentam cardans – que permitem os movimentos da suspensão e direção – e uniões deslizantes para tornar possíveis as variações de comprimento.



Liberdade de movimento – Quando o eixo sobe e desce segundo a flexão das molas traseiras, os cardans existentes em cada extremidade do eixo de transmissão permitem a oscilação deste. A amplitude da oscilação do eixo diverge da amplitude da oscilação do eixo de transmissão, pelo que o comprimento deste tem de variar para compensar a diferença. Uma união deslizante existente numa das extremidades do eixo torna possível esta variação.

Componentes de um eixo de transmissão típico




Os cardans existentes em ambas as extremidades do eixo de transmissão permitem que o ângulo deste varie enquanto o eixo secundário da caixa de velocidades e o eixo do pinhão de ataque do diferencial permaneçam sensivelmente paralelos. O eixo de transmissão é fabricado de modo que o seu peso se distribua uniformemente em torno do seu eixo, a fim de evitar qualquer desequilíbrio que daria origem a vibração capaz de danificar os rolamentos da caixa de câmbio e do diferencial.

Os cardans mais utilizados nos automóveis atuais são do tipo HOOK. Este tipo de cardan consiste em duas forquilhas articuladas numa peça central em forma de cruz – cruzeta -, formada por dois pinos que se interceptam em ângulo recto.
As forquilhas, uma no eixo motor e outra no eixo de saída, estão ligadas à cruzeta de modo a formarem ângulo recto entre si. Este tipo de união permite aos eixos rodarem solidários, mesmo que os seus eixos não estejam em linha recta.



Quando os eixos ligados por uma cardan do tipo HOOK giram, formando entre si um determinado ângulo, a velocidade do eixo secundário flutua. Quanto maior for este ângulo, maior será a flutuação em velocidade. Num automóvel de motor dianteiro e tração traseira a flutuação em velocidade não é consideravel, já que o cardan, pelo fato de o eixo de transmissão ser muito comprido, forma ângulos tão pequenos que a velocidade não varia de modo significativo. Além disso, como o eixo motor e o secundário são sensivelmente paralelos, as flutuações nos cardans de cada uma das extremidades do eixo de transmissão anulam-se entre si.
Os automóveis com motor e tração dianteira e os de motor e tração traseira não apresentam eixos de transmissão necessitando, contudo, de cardans para os movimento de suspensão. Nestes modelos, os semieixos que transmitem o movimento às rodas motrizes têm cardans montados ao lado do diferencial. Os automóveis de tração dianteira possuem também cardans de velocidade constante ou homocinéticas, montados nas extremidades dos semieixos correspondentes às rodas motrizes, para permitir os movimentos da direção, bem como os movimentos verticais originados pela suspensão.

Para terminar, um pequeno comentário... Os mecânicos cá em Portugal costumam chamar "cardan" a uma "junta homocinética". Uma junta homocinética é isto:
__________________
ŁµÐ€ ρяѻσנє¢†s: nuno.2ya.com - ツ - ɯoɔ˙ɐʎ2˙ounu//:dʇʇɥ
BMW 330Cd | Honda Prelude 2.2 VTEC 4WS


"Subviragem é quando bates de frente no muro. Sobreviragem é quando bates de traseira no muro.
Potência é a velocidade com que bates no muro. Binário é até onde consegues levar o muro contigo."

Última edição por lude; 02-09-2010 às 05:25.
lude está desligado   Responder com citação
Antigo 02-09-2010, 08:49   #12
Carlos Filipe Sousa
Aprendiz de Mecânico
 
Avatar de Carlos Filipe Sousa
 
Registado em: Jul 2010
Localização: Porto
Posts: 98
Padrão

que dizer, 5*****
__________________
Carlos Filipe Sousa
Porto
BMW E46 320D 150bhp 2002 ...17x.xxx km
(estupidamente rebaixada ...mas a crescer em breve...)

Foto Album: http://www.forumbmwportugal.com/album.php?albumid=50

ex-Mistubishi Strakar; ex-BMW 518i 92; ex-Renault 11 TSE; ex-Volkswagen Jetta; ex-Volkswagen Passat Van; ex-Opel Corsa...podre
Carlos Filipe Sousa está desligado   Responder com citação
Antigo 02-09-2010, 10:17   #13
g0blin
Mecânico de 1º Grau
 
Avatar de g0blin
 
Registado em: Apr 2010
Localização: Braga
Posts: 1,143
Padrão

Citação:
Publicado originalmente por Carlos Filipe Sousa Ver Post
que dizer, 5*****
X2
g0blin está desligado   Responder com citação
Antigo 02-09-2010, 22:07   #14
lude
Moderador
 
Avatar de lude
 
Registado em: Mar 2009
Localização: Chelas
Posts: 4,449
Padrão

Citação:
Publicado originalmente por M-Maika Ver Post
Pera, falta o MDM.
Vão dizendo, que eu acrescento todos os termos que faltarem!
__________________
ŁµÐ€ ρяѻσנє¢†s: nuno.2ya.com - ツ - ɯoɔ˙ɐʎ2˙ounu//:dʇʇɥ
BMW 330Cd | Honda Prelude 2.2 VTEC 4WS


"Subviragem é quando bates de frente no muro. Sobreviragem é quando bates de traseira no muro.
Potência é a velocidade com que bates no muro. Binário é até onde consegues levar o muro contigo."
lude está desligado   Responder com citação
Antigo 20-04-2011, 20:55   #15
heleno
Lavador
 
Avatar de heleno
 
Registado em: Jul 2009
Posts: 6
Padrão

bem ja uns tempos que venho ao forum..nunca espus muitas duvidas pois fazia uma pesquisa e encontrava sempre algo muito esclarecedor da parte do lude...
na verdade axo k es mesmo 1 membro fundamental aqui no forum..
grande abraco e obrigado pelos teus post
heleno está desligado   Responder com citação
Antigo 28-09-2011, 16:44   #16
moerte86
Aprendiz de Mecânico
 
Avatar de moerte86
 
Registado em: Oct 2010
Localização: Seixal
Posts: 92
Talking

Topico 5*...muito util,tas la lude...


Cumps...
__________________
“Pelo rodar do carro se conhece quem vem dentro.”

"Deixei a bebida. O pior é que não lembro onde."

"Eu cavo, tu cavas, ele cava, nós cavamos, vós cavais, eles cavam… Não é bonito, mas é profundo."



A Minha Menina!!


Votação Fotografia do mês de Fevereiro!!!Vota Aqui!!!
moerte86 está desligado   Responder com citação
Antigo 06-04-2012, 20:24   #17
Daniel@DR CAR
Designer Aspirante
 
Registado em: Sep 2010
Localização: Porto/NRW Portugal/Alemanha Contacto:917 111 022
Posts: 4,981
Enviar mensagem via Windows Live Messenger para Daniel@DR CAR
Padrão

Só agora é que vi este tópico... impecável mesmo
Daniel@DR CAR está desligado   Responder com citação
Antigo 23-10-2013, 00:32   #18
Rudy_man
Designer Aspirante
 
Avatar de Rudy_man
 
Registado em: Aug 2011
Localização: Madrid & P.Varzim
Posts: 2,741
Padrão Abreviaturas BMW

A luz de uma mensagem privada e depois de procurar no forum nao fui capaz de encontrar uma lista de abreviaturas de módulos ou elementos usados pela BMW.

Esta lista seguramente não estará completa mas aqui ficam alguns siglas e o seu significado:

A
A - Processed Vehicle Speed Signal
AB - Airbag
ABS - Anti-Lock Braking System (Antiblockiersystem)
ACC - Active Cruise Control
ACSM - Advanced Crash Safety Module
A/D - Analog to Digital
ADS - Engine Intake Air Control
ADV - Windshield Wiper Pressure Control
AFS - Active Front Steering
AGS - Adaptive Transmission Control
AHPS - Advanced Head Protection System
AIC - Automatic Interval Control (Automatic Intervall Control/Regensensor)
AITS - Advanced Inflatable Tubular Structure see AHPS
AKS - Active Head Restraint System (Aktive Kopfstutze)
ARS - Active Roll Stabilization (Aktive Rollstabilisierung)
ASC - All Season Control
ASC+T - ASC + Traction
ASE - Advanced Safety Electronics
ASK - Audio System Controller (Audio-System-Kontroller)
AST - Slip Control (Marketing)
AUC - Automatic Air Recirculation
AWL - Airbag Warning Lamp

B
B - Benzine (used in engine codes)
BC - Board Computer
BLS - Brake Light Switch (Bremslichtschalter)
BMBT - Board Monitor
BMW - Bavarian Motor Works (Bayerische Motoren Werke)
BST - Battery Safety Terminal
BZM - Center Console Control Center (Bedienzentrum Mittelkonsole)
BZMF - Rear compartment centre armrest control centre

C
CAN - Controller Area Network
CAS - Car Access System
CBC - Corner Braking Control
CCC - Car Communication Computer
CCM - Check Control Module
CIC - Car Information Computer
CID - Central Information Display
CIP - Coding Individualization and Programming
CVM - Convertible Top Module

D
D-Bus - Diagnosis Bus (TXD)
DDE - Digital Diesel Electronics
DIN - German Industrial Stadards (like our SAE)
DIS - Diagnosis and Information System
DISA - Differnential Intake Air Control (Differenzierte Sauganlage)
DK - Throttle Housing
DKI - Throttle Position
DME - Digital Motor Electronics
DM-TL Diagnostic Module Tank Leakage
DSC - Dynamic Stablity Control (Dynamische Stabilitats Control)
DSP - Digital Sound Processing
DTC - Diagnostic Trouble Code or Dynamic Traction Control
DWA - Theft Deterrent System
DWS - Tire Pressure Warning System

E
E-KAT - Electrically Heated Catalytic Converter
EBV - Electronic Brake Force Distribution (Elektronische Bremskraftverteilung)
ECO - Electronically Controlled Orifice
ECM - Engine Control Module (per SAE)
EDC - Electronic Damper Control (Elektronische Dampfer Steuerung)
EDK - Electronic Throttle Valve
EGS - Electronic Transmission Control
EH - Electronic Hydraulic
EHC - Electronic Height Control (Elektronische Hohenstands Control)
EKP - Electric Fuel Pump (Elektrische Kraftstoffpumpe)
EKM - Electronic Body Module
ELV - Electronic Steering Lock
EML - Electronic Motor Load Regulation (Electronische Motorleistungsregulierung)
EO - Component Location
EWS - Electronic Driveaway Protection (Elektronische Wegfahsperre)

F
FA - Vehicle Order (Fahrzeug-Auftrag)
FB - Functional Description (Funktionsbestatigung)
FBZV - Radio Frequency Locking System
FCON - Rear controller
FIRST - Fully Integrated Road Safety Technology
FRM - Footwell Module
FZD - Roof Control Centre

G
GAL - Speed Dependant Volume
GPS - Global Positioning System
GM - General Module (Grundmodul)
GMR - Yaw Moment Module
GRAV - Gewichtsreduzierter Aluminiumvorderbau (E60 Aluminum process)
GRII - Cruise Control
GWS - Gear Selector Switch

H
HDC - Hill Descent Control
HFM - Hot Film Air Mass Meter (Heibfilm-Luftmassenmesser)
HKL - Rear Lid Lift
HLM - Hot Wire Air Mass Meter (Hitzdraht-Luftmassenmesser)
HPS - Head Protection System
HUD - Heads Up Display

I
IB - Interior Lighting Control Signal
I-bus - Information Bus
IBS - Intelligent Battery Sensor
ICM - Integrated Chassis Management
IHKA - Automatic Heating and A/C
IHKR - Regulated Heating and A/C
IHKS - Standard Heating and A/C
IKE - Instrument Cluster Electronics (Instrumentenkombination-Elektonik)
ISIS - Intelligent Safety Information System (Intelligentes Sicherheits-und Informations-System)
ISN - Individual Serial Number or Individual Control Unit Number
ITS - Inflatable Tubular Structure

K
KAT - Catalytic Converter
KATON - Converter Heating Signal
K-Bus - Body Bus
KBM - Body Basic Module (Karosserie-Basis-Modul)
KHI - Headphones interface
KL - Terminal Designation (like KL15 is ignition positon on the key)
KO - Compressor "ON" Signal
Kombi- Cluster in German
KOREL - Compressor Relay Signal
KW - Crankshaft

L
LCM - Lamp Check Module (Lamp Kontrol Modul)
LDP - Leak Diagnosis Pump
LED - Light Emitting Diode
LEV - Low Emissions Vehicle
LIN - Local Interconnect Network
LKM - Lamp Control Module
LL - Idle or Closed Throttle Position (Leerlauf)
LRA - Vertical Headlight Aiming
LRE - Steering Wheel Electronics
LSE - Steering Column Electronics
LSM - Steering Column Memory
LSZ - Light Switching Center (Lightschaltzentrum)
LVA - Air Supply System
LWR - Vertical Headlight Aiming
LWS5 - Steering Angle Sensor

M
M-ASK - Multi-Audio System Controller (Multi-Audio-System-Kontroller)
MBC - Maximum Brake Control
MDK - Motorized Throttle Valve (Motorische Drosselklappe)
MFL - Multi-function Steering Wheel
MID - Multi Information Display
MoDiC - Mobile Diagnostic Computer
MOST - Media Oriented System Transport
MRS - Multiple Restraint System (Mehrfach-Ruckhaltesystem)
MRSA - Side Impact Sensor
MSR - Deceleration Slip Regulation or Engine Drag Torque Reduction (Motorschleppmomentregelung)

N
NVRAM - Non-Volatile Random Access Memory
NAV - Navigation System
NVE - Night Vision Electronics

O
OBC - On Board Computer
OBD - On Board Diagnostics
OC-3 - Occupant Classifier-3
OPPS - Optic Testing and Programming Systems (Optisches Pruf-und Programmiersystem)
OPS - Optic Programming System
ORVR - On Board Refueling and Vapor Recovery

P
PB - Pin Assignments
P-Bus - Periphery Bus
PDC - Park Distance Control
PM - Power Module
PTC - Positive Temperature Coefficient
PuMA - (Problem-und Mebnahmenmanagement Aftersales)
PWG - Pedal Position Sensor (Pedalwertgeber)
PWM - Pulse Width Modulation (Pulseweitenmodulation)

R
RAM - Random Access Memory
RDC - Tire Pressure Control (Reifen Druck Control)
RDW - Tire Pressure Warning System (Reifendruckwarnung)
RLS - Rain and Light Sensor
RM - Relay Module
RPS - Rollover Protection System
RXD - Wake-up Diagnosis Line
RZV - Direct Stationary Ignition (Rehende Zundspannungsverteilung)

S
SAC - Self Adjusting Clutch (Selbstnachstellende Kupplung)
SAE - Society of Automotive Engineers
SASL - Satellite A-Pillar, Left (Satellit A-Saule Links)
SASR - Satellite A-Pillar, Right (Satellie A-Saule Rechts)
SB - Fuse Assignments
SBE - Passenger Seat Occupancy Detection System (Sitzbelegungserkennung)
SBK - see BST (Safety Batterie Klemme)
SBSL - B-Pillar Satellite, Left (Satellit B-Saule Links)
SBSR - B-Pillar Satellite, Right (Satellit B-Saule Recht)
SCA - Soft Close Actuator
S/E - Send and Receive
SFZ - Center Vehicle Satellite (Satellit Fahrzueg Zentrum)
SG - Control Unit (Steuergerat)
SG-FD - Rear display control unit
SGM - Safety and Gateway Module (Safety Gateway Modul)
SGS - Seat Integrated Belt System (Sitzintegriertes Gurtsystem)
SHD - Sunroof Module
SIA - Service Interval Indicator (Service-Intervall-Anzeige)
SIM - Safety and Information Module (sicherheits-Informationsmodul)
SLP - Secondary Air Pump (Sekundar-Luft-Pumpe)
SMBF - Seat Module, Passenger (Sitzmodul Beifahrer)
SMFA - Seat Module, Driver (Sitzmodul Fahrer)
SMG - Sequential Manual Gearbox (Sequenzielles M Getriebe or Sequenzielles Manualles Schalt-Getriebe)
SP - Schematic
SRS - Supplemental Restraint System
SSBF - Seat Satellite, Passenger (Satellit Beifahrersitz)
SSFA - Seat Satellite, Driver (Satellite Fahrersitz)
SSH - Seat Satellite, Rear
ST - Connector Views
STVL - Door Satellite, Front Left (Satellit Tur Vorne Links)
STVR - Door Satellite, Front Right (Satellite Tur Vorne Recht)
SULEV - Super Ultra-Low Emissions Vehicle
SZL - Steering Column Switch Center (Schaltzentrum Lenksaule)
SZM - Switching Center Console (Schaltzentrum Mittelkonsole)

T
TCU - Telematics Control Unit
TD - Engine Speed Signal
ti - Injector "ON" time
TL - Part Throttle
TLEV - Transitional Low Emission Vehicle
TMBF - Door Satellite, Passenger Door (Tur Modul Beifahrer)
TMFA - Door Satellite, Driver (Tur Modul Fahrer)
TRS - Battery Isolation Switch
TSH - Door Lock Heating System
TU - Technical Update (like with engine codes)
TXD - Transmitting Diagnosis Line

U
URSS - see RPS (Uberroll Shultz System)

V
VANOS - Variable Camshaft Control (Variable Nocken-Steuerung or Variable Nockenwellen-Steuerung)
VL - Full Load - Wide Open Throttle (WOT)
VSW - Video Switch
VVT - Variable Valve Timing (Variable Ventiltrieb)

W
WK - Converter Lock-up Clutch

Z
ZAE - Central Activation Electronics (Zentrale Auslose Elektronik)
ZCS - Central Coding Key
ZGM - Central Gateway Module (Zentral Gateway Modul)
ZKE - Central Body Electronics (Zentrale Karosserieelektronik)
ZV - Central Locking System
ZVM - Central Locking Module
ZWD - Idle Control Valve (Zweiwicklungs Leerlauf-Drehsteller)

Última edição por Rudy_man; 23-10-2013 às 01:25.
Rudy_man está desligado   Responder com citação
Antigo 23-10-2013, 00:38   #19
casullus
Designer
 
Avatar de casullus
 
Registado em: Jul 2011
Localização: Ponte de Lima
Posts: 5,201
Enviar mensagem via Windows Live Messenger para casullus Enviar mensagem via Skype para casullus
Padrão

Eu penso que sim... acho que já aí anda um "abecedário" colocado pelo amigo lude algures... mas agora também não me recordo se é sobre o mesmo...
__________________

"A VELOCIDADE dos VEÍCULOS retirou a VELOCIDADE às nossas ALMAS...", by Fernando Pessoa
O Meu Álbum 120d Pack ///M: BMW 120D Pack M - Preto Saphir Matelizado
O Meu Projecto: PROJECTO - BMW 120d M Preto Carbon by Casullus
casullus está desligado   Responder com citação
Antigo 23-10-2013, 00:45   #20
casullus
Designer
 
Avatar de casullus
 
Registado em: Jul 2011
Localização: Ponte de Lima
Posts: 5,201
Enviar mensagem via Windows Live Messenger para casullus Enviar mensagem via Skype para casullus
Padrão

Encontrei: Dicionário automóvel na secção das informações técnicas.

Além de ter abreviaturas (siglas) de termos do mundo automóvel, também tem significados de termos e linguagem utilizados neste mundo também...

Dá uma vista de olhos...
__________________

"A VELOCIDADE dos VEÍCULOS retirou a VELOCIDADE às nossas ALMAS...", by Fernando Pessoa
O Meu Álbum 120d Pack ///M: BMW 120D Pack M - Preto Saphir Matelizado
O Meu Projecto: PROJECTO - BMW 120d M Preto Carbon by Casullus
casullus está desligado   Responder com citação
Resposta


Utilizadores ativos no Tópico: 1 (0 Membros e 1 Visitantes)
 
Ferramentas do Tópico Pesquisar no Tópico
Pesquisar no Tópico:

Pesquisa Avançada

Regras para Publicar
Você não pode publicar novos tópicos
Você não pode publicar respostas
Você não pode publicar anexos
Você não pode editar os seus posts

Código [IMG] Sim
Código HTML Desligado
Ir para...

Tópicos Similares
Tópico Tópico Iniciado por Fórum Respostas Última Mensagem
Funcionamento de um diferencial lude Informações Técnicas 13 25-04-2013 19:44
Manutenção (básica) de um automóvel lude Faça você mesmo ( DIY ) 5 28-03-2013 00:30


Horários baseados na GMT. Agora são 09:44.


Powered by vBulletin® Version 3.7.1
Copyright ©2000 - 2017, Jelsoft Enterprises Ltd.
Todos os direitos reservados 2008-2017