Ver Resposta Única
Antigo 22-05-2010, 01:11   #82
Nuno Almeida
Lavador
 
Registado em: May 2010
Posts: 3
Padrão

Citação:
Publicado originalmente por lionman Ver Post
Qualquer defeito tem um prazo máximo de reparação de 30 dias. Se ao fim de 30 dias a entidade (neste caso a BMW) não for capaz de apresentar uma reparação eficiente, por lei terás direito a uma nova viatura ou à resolução do contrato (ou seja devolverem-te o dinheiro).

O único "senão" poderá ser com o tempo que a tua viatura tem, i.e., tendecialmente nunca receberás o dinheiro de volta na totalidade porque entretanto usufruiste de um bem.

O que conta é a data oficial que colocaste a queixa e para isso só mesmo oficializando as coisas através de carta registada com aviso de recepção.

E atenção !!!! O teu fornecedor oficial não é a BMW (a BMW é grossista), mas sim o stand que te vendeu a viatura. Toda a comunicação deve ser feita com o stand e será este que deverá encetar as devidas deligências com o seu parceiro de negócio ( i.e. a BMW) e assumir todas as responsabilidades inerentes a esse defeito.

Na prática ao comprares qualquer bem, produto ou serviço estás implicitamente a criar um contrato de compra e venda que é regido pelos termos da lei (até numa simples compra de um café ou jornal tens implicito um contrato de compra e venda).

Convém também informares-te qual é o prazo máximo que tens para apresentar uma reclamação/reparação (acho que existem timings para isso também).

Boa noite,
Todas as reclamações ficam registadas. Comprei o carro na Baviera de Cascais, mas como o pós-venda lá é péssimo, voltei a reclamar na Baviera da Expo, e aí sim trocaram-me o kit de embraiagem e volante do motor. Isso fica tudo registado. Só falei com os advogados da Deco por telefone e irei lá na proxima semana falar pessoalmente com o advogado que por telefone me sugeriu a via judicial. Também me disse que quando o stand me vendeu o carro já tinha conhecimento dessa anomalia e por conseguinte é muito grave. Enganaram o consumidor, e como tal poderiam ter que resolver o contrato e devolver o dinheiro, dar carro novo se não for porvia judicial tentar entrar num acordo, tipo substituir todo o motor e peças subjacentes ou renegociar o valor da viatura etc.
O chefe da oficina não garantiu que o problema não voltasse a surgir.
O carro de momento só está acelerado e eu isso tb nao aceito de modo algum. Não é uma caracteristica como eles dizem, pois se assim fosse TODOS os BMW faziam, e eu ao fazer o teste drive quando me quiseram impingir o carro, essa viatura não estava acelerada. Portanto o que me venderam foi um carro sem problema algum.
Mais uma vez sugiro que TODO o pessoal que tem este tipo de queixas se organize...se junte para todos termos mais força para apresentar em conjunto um processo contra a BMW.....acredito que eles arranjem solução mais rapidamente...
Nao vale a pena estamos á potuguesa a lamentarmos uns com os outros e nada fazermos.... é por este tipo de comportamento que eles nao resolvem a situação....acreditam que vencem pelo cansaço.....estão dispostos a ficar com um carro deste valor com defeito? com possibilidades de maiores problemas no futuro?
Nuno Almeida está desligado   Responder com citação