Ver Resposta Única
Antigo 04-03-2010, 23:31   #15
PauloNovo
Mecânico de 3º Grau
 
Avatar de PauloNovo
 
Registado em: Mar 2009
Localização: Vila do Conde, Portugal / França
Posts: 304
Enviar mensagem via Windows Live Messenger para PauloNovo
Padrão Hà kit`s & kit`s



Ainda me lembro da primeira vez que vi um carro com xénon, ao ligar a luz foi lentamente aumentanto de intensidade, a capacidade de iluminação era superior às lâmpadas de halogénio e a sua tonalidade era muito mais branca e não amarelada. Entretanto este sistema começou a ganhar popularidade, foram desenvolvidas lâmpadas de halogénio com uma tonalidade mais clara e com uma maior capacidade de iluminação e foram desenvolvidos os kits de conversão aftermarket para instalar esta “nova” tecnologia em automóveis que não possuiam este tipo de iluminação. Mas nem tudo são rosas e entre os produtos de qualidade foram aparecendo paralelamente produtos de qualidade duvidosa com fraca capacidade de iluminação. Mas vamos por partes…

O que é isso de HID?As lâmpadas de xénon HID (High Intensity Discharge) não possuem um filamento como as tradicionais lâmpadas de halogénio, em vez disso existe uma descarga eléctrica entre dois eléctrodos numa cápsula de quartzo com o gás inerte (xénon). Por não possuirem filamento têm uma durabilidade superior não existindo o problema deste partir com as vibrações e buracos da estrada.

Estas lâmpadas produzem uma tonalidade mais próxima da luz natural solar, sendo a sua temperatura (medida em graus Kelvin) de aproximadamente 4300ºK e apesar de produzirem mais luz consomem menos energia, apenas 35w contra os 55w usados por uma lâmpada de halogénio.

Quanto mais graus Kelvin melhor? Não!
Esta ideia pré-concebida e está errada. A luminosidade é medida em lumen, a escala Kelvin apenas mede a temperatura da cor, a realidade é que quanto mais subimos na escala Kelvin mais descemos na escala Lumen e isto nota-se essencialmente a partir dos 5500ºK chegando aos 12000ºK onde deixamos de ter iluminação, passando a luz ultra-violeta. Este efeito nota-se especialmente em situações de chuva ou nevoeiro em que a luz não ilumina a estrada e dispersa-se.

Na escala Kelvin 5250ºK é o valor da luz solar, 3200ºK uma lâmpada de halogénio convencional e 4300ºK a temperatura das lâmpadas HID.

Um mito que se instalou recentemente nos fóruns automóveis é que a Lexus usa lâmpadas HID de 8000ºK, no entanto a cor das lâmpadas fornecidas aos fabricantes automóveis está entre os 4100ºK e os 5500ºK e as lâmpadas acima de 6000ºK são proibidas para uso em estrada sendo essa afirmação totalmente falsa.


Os kits HID (xénon) aftermarket são ilegais
Muita gente diz que não, a maioria são os vendedores destes kits mas a verdade é que os carros equipados com xénon necessitam por lei de ter lava-faróis e niveladores automáticos, isto sem falar das ópticas que necessitam de ter um projector (vulgo olho de boi) para as lâmpadas D2S, para as outras ópticas é adoptada a lâmpada D2R que possui um reflector.

Os niveladores automáticos são bastante complexos e são compostos por sensores ao nível da suspensão (normalmente na traseira) e sensores ligados à centralina que fazem uma análise de velocidade, posição do acelerador e inclinação do carro. Quer o carro vá carregado ou se acelere ou trave as luzes são ajustadas automáticamente, coisa que não acontece nos kits aftermarket.

O típico sacudir de ombros é ouvido sempre que se dá esta explicação, dando a desculpa que as lâmpadas de halogénio também encadeiam e não têm nivelador automático. É verdade, também encadeiam mas o risco é menor porque a intensidade da luz é bastante inferior ao contrário do xénon. Pior ainda é que o nivelador manual raramente é usado quando os carros circulam com mais do que uma pessoa ou com carga, logo com xénon este problema torna-se ainda mais relevante.

Mas os kits HID são baratos.A moda dos kits aftermarket instalou-se quando começaram a aparecer estes kits a preços de €200 e €250 feitos na China e com qualidade dúvidosa e infelizmente em todo o lado são poucos os automobilistas que se preocupam com a sua segurança e tentam poupar em elementos como pneus, travões ou lâmpadas. Para termos de comparação, umas lâmpadas xénon da Philips custam €250 o par e um kit completo da XenonDepot com lâmpadas 4300ºK e balastros Philips custa €450. É por isso comum ver-se um brilho elevado em certas conversões que encadeiam os outros condutores, como se pode ver na foto ao lado.

É quase como comparar as lâmpadas que incluem no seu nome palavras como Xenon White Plasma Super Bright em relação a uma lâmpada Philips VisionPlus ou Osram Silverstar.

Vou instalar um kit aftermarket, o que devo procurar?
Antes de mais deverá ver se as ópticas do seu carro são compatíveis com xénon, normalmente estas ópticas têm um projector (vulgo olho de boi) que permite focar melhor a luz. Existem no entanto ópticas sem projector que são usadas com xénon mas são raras.

Caso as suas ópticas tenham projector deverá usar lâmpadas D2S, se não tiver projector as lâmpadas devem ser obrigatoriamente D2R. A tonalidade destas deve estar entre os 4000ºK e os 6000ºK, caso contrário apenas chamará a atenção das autoridades e irá reduzir a capacidade de iluminação da estrada.

No final de tudo estar instalado deverá nivelar os faróis (qualquer casa de pneus faz este serviço) e não se esqueça de nivelar manualmente os faróis com o carro carregado ou com mais do que uma pessoa. Normalmente é boa prática circular com os faróis mais baixos no dia a dia uma vez que o carro não tem os niveladores automáticos e a capacidade de iluminação continua a ser superior ao halogénio.
__________________
Paulo Novo
PauloNovo está desligado   Responder com citação