Ver Resposta Única
Antigo 10-10-2009, 01:47   #1
Meje
Lavador
 
Registado em: Oct 2009
Posts: 5
Padrão 320d 30.000 km com problemas na embraiagem

aros amantes do mundo automóvel, em especial dos automóveis BMW, estou com um problema e gastava de obter algumas opiniões/ajudas.

Adquiri um 320d em Dezembro de 2008, novo, na Baviera. Tratava-se de um carro que já pertencia a um Stand, mais especificamente à Baviera do Algarve e estava no parque da BMW no Carregado.

Desde cedo achei que duas coisas não estavam bem no carro (embraiagem e travão de mão).

Achei que a embraiagem tremia demais em pequenas subidas a arrancar. Conduzo há 7 anos, tive vários carros e sinto-me bastante à vontade a conduzir. Testei várias vezes com muito cuidado a combinação embraiagem acelerador e pareceu-me anormal a vibração.

Quando fui meter o carro a fazer primeira revisão, na Baviera do Parque das Nações, reportei os problemas e aguardei. Ainda considerava a remota hipótese de ser normal, porque nunca tinha conduzido nenhum BMW e por exemplo a caixa de velocidades é duríssima e já me explicaram que é normal num BMW.

Após mais de uma semana com o carro na Baviera, depois de me terem dito que de facto não é uma situação normal e que estavam a tentar identificar o problema e testar reprogramações, em contacto com a BMW Portugal e a ponderar a substituição da embraiagem, eu enviei-lhes um fax a dizer que se o carro ficasse mais uma semana retido para eles avaliarem o problema, queria que me disponibilizassem um veículo de substituição, visto tratar-se de uma intervenção no âmbito da garantia.

Disseram que a garantia apenas cobria as reparações, que não incluía veículo de substituição. Disse-lhes que não aceitava isso que ia enviar outro fax a expor a minha posição e que ia dar conhecimento do mesmo à BMW Portugal. Foi uma longa exposição onde expliquei que era completamente alheio aos motivos da imobilização do veículo nas instalações deles e que achava que a BMW teria de assumir as responsabilidades dos danos que a indisponibilidade do veículo me causava, disponibilizando um veículo de substituição.

Passado duas horas ligam-me a dizer que posso ir buscar o veículo porque não conseguem resolver o problema, que é um problema que surgiu com os primeiros BMW's que saíram após o facelift e que só em Dezembro é que vai poder testar uma nova reprogramação para ver se o problema fica resolvido. E que se não resolver nessa altura vão abrir a caixa de velocidades e o sistema de embraiagem para ver se é efectivamente defeito de fabrico ou desgaste!

Expliquei-lhes que era ridiculo falarem em desgaste, num carro com 30.000 km em que cerca de 70% dos km's foram feitos em AE, algo que posso provar com a Via Verde. Solicitei-lhes que me coloquem a posição deles por escrito, pois tudo o que eles me dizem é através de contactos telefónicos.

O que quero saber:

Alguém sabe de algum problema deste tipo nos primeiros BMW's pós facelift?
Há algum departamento especifico da BMW Portugal para tratar destes casos (vou estar na manhã de 2ªfeira junto à BMW Portugal e posso deslocar-me lá pessoalmente para falar com eles)?
Acham isto normal? Há forma de eu verificar se o carro fez km's antes de eu o comprar?

Vou buscar o carro, pois preciso dele e tenho tudo registado com faxes que enviei à Baviera e que vou dar conhecimento à BMW Portugal.

No minimo acho isto tudo muito estranho.
Meje está desligado  
                                                        Responder com citação