Ver Resposta Única
Antigo 15-05-2009, 12:11   #2
Tiagosgoncalves
Ajudante de Mecânico
 
Avatar de Tiagosgoncalves
 
Registado em: May 2009
Localização: Carnide(Pombal, Leiria)/Alcochete/Lisboa
Posts: 122
Enviar mensagem via Windows Live Messenger para Tiagosgoncalves Enviar mensagem via Skype para Tiagosgoncalves
Padrão

Citação:
Publicado originalmente por lude Ver Post
Em movimento, o ar arrefece e quanto mais rápido mais frio se torna, sendo que fica menos frio quando decresce a velocidade.

Este fenómeno é válido para velocidades do ar até cerca da velocidade do som (340m/s), a partir daí, surge um outro fenómeno paralelo, que é a fricção a qual por atrito, começa fazer aquecer a superfície de contacto com os corpos que se desloquem no ar a essas velocidades. E de igual forma o mesmo princípio se aplica ao teor de humidade do ar. De facto, quanto mais húmido estiver o ar, para uma dada temperatura ambiente e em estado de repouso, maior o arrefecimento que provoca quando em movimento.
Gostei muito.

Bem, realmente faz todo o sentido que esta peça fundamental se limpe por si mesma, e não fique dependente de terceiros(o dono) pois, se em muitos casos avariasse por falta de limpeza, iria avariar certamente muitas vezes!
(e já me respondeu a uma questão que tinha colocado noutro post, acerca da actualização do fuel flow com a massa de ar ou volume de ar)


Só gostava de corrigir um pequeno pormenor no excerto de texto que referi acima.

O ar começa a comprimir quando um objecto se desloca dentro dele(do ar) acima de 270~350km/h sensivelmente(depende da temperatura e densidade, sendo que este fenómemo acontece a mais baixas velocidades com ar mais frio e denso, e maiores com ar mais quente e menos denso). Quando isto acontece, a superfície em contacto com o fluxo de ar aquece(relativamente ao ar) devido à fricção.

Quando se atinge a velocidade do som, já o ar anda bem comprimido.

Para a malta dos ///M's sem limitação e que consigam atingir velocidades acima dos 270~350km/h, poderão, com um sensor de temperatura de estagnação, confirmar que neste caso, a temperatura da fuselagem do carro é efectivamente superior a temperatura estática(exterior do ar).

A velocidades na ordem dos 650~700km/h a diferença é cerca de 20ºC, bastante significativa.

Cumprimentos,
__________________
Tiago Gonçalves
Tiagosgoncalves está desligado   Responder com citação