Ver Resposta Única
Antigo 13-05-2009, 13:19   #2
lude
Moderador
 
Avatar de lude
 
Registado em: Mar 2009
Localização: Chelas
Posts: 4,433
Padrão

NBC – Computador de Carroçaria ("Body Computer")

Entradas
- Solicitação de habilitação de partida
- Temperatura do motor

Saídas
- Sinal de habilitação de partida
- Nível de combustível
- Sinal de ativação das luzes do painel
- Velocidade do veículo

• Diagnóstico em Sistemas não Multiplexados
O Astra '99 é um exemplo típico. Analisando o diagrama funcional vemos que existe, no conector de diagnóstico, um terminal para cada unidade de comando cujo diagnóstico pode ser realizado através de scanner. É através destes terminais que se processa a comunicação, utilizando um protocolo não multiplexado , denominado de Protocolo ISO. O único requisito requerido do scanner é estabelecer a comunicação com a unidade desejada, através do terminal correspondente.

• Diagnóstico em Sistemas Multiplexados
Neste caso os fabricantes de veículos têm aplicado diversas soluções para disponibilizar a informação de diagnóstico no conector:

1) As unidades de comando dos diversos subsistemas eletrônicos estão interligadas por uma rede interna, através da qual trocam as informações necessárias ao seu funcionamento.
Para diagnóstico, existe um conversor de protocolo entre a rede interna e o conector de diagnóstico, o qual converte a informação de diagnóstico para protocolo ISO. Assim, não há possibilidade de se ter acesso à rede, através do scanner.
Em alguns casos, a rede está presente no conector de diagnóstico, mas somente para equipamentos de verificação utilizados na linha de produção.
Como exemplo deste tipo de solução podemos citar: Mercedes, BMW até 2000; caminhões Mercedes; em todos estes casos, a rede interna é CAN.

2) A rede interna multiplexada é utilizada também para o diagnóstico via scanner. Ou seja, o equipamento de teste se comunica com as unidades de comando através da rede interna e utilizando o protocolo da mesma.
Exemplos: veículos das linhas GM USA; Ford USA

3) Algumas das unidades eletrônicas utilizam a rede interna para a troca de informações. Para os fins de diagnóstico, algumas unidades disponibilizam um terminal no conector de diagnóstico para comunicação com o scanner utilizando um protocolo ISO.. A rede interna também está presente no conector e é através dos terminais correspondentes que pode ser realizado o diagnóstico em outra unidade do sistema. Os requisitos básicos para a realização de testes neste caso, são:

- Para aquelas unidades que possuem um terminal específico no conector de diagnóstico, o equipamento de teste deverá comunicar-se através dele, utilizando o protocolo ISO.
- Para aquelas unidades que não possuem uma linha específica de diagnóstico, a comunicação deve realizar-se através dos terminais da rede interna, presentes no conector de diagnóstico e utilizando o protocolo da rede interna.

O sistema Ve.N.I.C.E, utilizado nos Fiat Fire, é um exemplo para este tipo de configuração. Analisando o diagrama funcional surge que:

- As unidades de controle do motor NCM, do ABS, do Air-Bag e do Fiat Code (imobilizador), disponibilizam um terminal específico para diagnóstico, no próprio conector. Para essas unidades, a comunicação é através de protocolo ISO. Não é necessário por tanto, que o equipamento de teste trate o protocolo interno (CAN). As informações de diagnóstico correspondentes às unidades apontadas acima, não trafegam pela rede CAN.

Obs.: A programação das chaves é feita através da rede CAN. O fabricante não informa se também é possível realizar esta operação via linha de diagnóstico "K".

- O computador da carroçaria ( NBC/"body computer") e o painel de instrumentos (NQS) são diagnosticados através da rede multiplexada CAN (CANbus). Por tanto, somente nestes casos o equipamento de teste deverá ter a capacidade de aceder a rede CAN.
__________________
ŁµÐ€ ρяѻσנє¢†s: nuno.2ya.com - ツ - ɯoɔ˙ɐʎ2˙ounu//:dʇʇɥ
BMW 330Cd | Honda Prelude 2.2 VTEC 4WS


"Subviragem é quando bates de frente no muro. Sobreviragem é quando bates de traseira no muro.
Potência é a velocidade com que bates no muro. Binário é até onde consegues levar o muro contigo."
lude está desligado   Responder com citação