Tópico: Common-Rail
Ver Resposta Única
Antigo 13-05-2009, 12:49   #1
lude
Moderador
 
Avatar de lude
 
Registado em: Mar 2009
Localização: Chelas
Posts: 4,431
Padrão Common-Rail

O gasóleo é colocado previamente num tubo (rail) a alta pressão. Cada injector partilha este tubo comum (common). A abertura e fecho de cada injector é accionado pela centralina.



Esquema do sistema Common-Rail:


Desenvolvimento:
Em meados dos anos 90, Dr. Shohei Itoh e Masahiko Miyaki, da "Denso Corporation", uma empresa Japonesa de fabrico de componentes para automóveis, desenvolveu o sistema de combustível Common Rail para veículos pesados, tornando-se assim no primeiro caso prático do uso no seu sistema ECD-U2 Common Rail, que foi montado num camião da Hino Raising Ranger, comercializado em 1995. Em 2000, novamente de forma pioneira, utilizaram um sistema Common Rail de 1800bar em automóveis.
O actual sistema common rail controlado pela uma unidade electrónica de comando (ECU) trabalha segundo o mesmo principio: cada injector é controlado electronicamente (e não mecanicamente).

Sistema de gestão electrónica da DENSO:


Veículos com sistemas pioneiros Common Rail da Bosch:
1997: 1º sistema Common Rail para carros: Alfa Romeo and Mercedes-Benz. Pressão de injecção: 1,350 bar.
1999: 1º sistema Common Rail para camiões: Renault (RVI). Pressão de injecção: 1,400 bar.
2001: Sistema Common Rail de 2ª geração para carros: Volvo and BMW. Pressão de injecção: 1,600 bar.
2002: Sistema Common Rail de 2ª geração para camiões: MAN. Pressão de injecção: 1,600 bar.
2003: Sistema Common Rail de 3ª geração para carros: Audi. Pressão de injecção: 1,600 bar.

O sistema Common Rail consiste numa bomba de alta pressão que fornece a pressão através de uma rampa comum a todos os injectores, o que permite fornecer uma pressão (de 1350 bar a 2200 bar) constante de injecção, independentemente da rotação do motor, sendo o comando dos injectores e feito por válvulas magnéticas presentes na cabeça dos mesmos. A sua vantagem é um menor ruido de funcionamento, arranque a frio quase instantâneo, e uma clara melhoria de prestações e diminuição da poluição e de consumo. Actualmente é o sistema usado em praticamente todos os veículos a diesel.

No Common Rail System, a separação da função mecânica de injecção do sistema electrónico, permite o combustível sob alta pressão, tipicamente 1600 bar, fique previamente armazenado numa câmara, pronto para ser injectado nos cilindros.
O Common Rail System da terceira geração usa injectores piezo em linha especialmente rápidos que reduzem as emissões em mais 20% e o consumo de combustível em mais 3%, reduzindo ainda o ruído do motor.

A ECU (mais conhecida por centralina) controla todo o processo de injecção diesel. O sistema analisa a informação fornecida pelos sensores do motor para calcular o melhor processo de injecção a cada momento.
__________________
ŁµÐ€ ρяѻσנє¢†s: nuno.2ya.com - ツ - ɯoɔ˙ɐʎ2˙ounu//:dʇʇɥ
BMW 330Cd | Honda Prelude 2.2 VTEC 4WS


"Subviragem é quando bates de frente no muro. Sobreviragem é quando bates de traseira no muro.
Potência é a velocidade com que bates no muro. Binário é até onde consegues levar o muro contigo."
lude está desligado  
                                                        Responder com citação