Ver Resposta Única
Antigo 21-10-2010, 19:28   #1
lude
Moderador
 
Avatar de lude
 
Registado em: Mar 2009
Localização: Chelas
Posts: 4,433
Padrão Reprogramações e a fiabilidade. Ou a falta dela...

Muito se fala em problemas com os carros. Mas, será que o problema é dos automóveis, da sua utilização, ou será um misto de ambos?

É bem sabido que existem marcas que possuem material mais fiável (nomeadamente os japoneses e alguns alemães), assim como existem marcas menos fiáveis
(italianos, franceses, etc).

Por outro lado, mesmo os carros alemães avariam. Certamente que não é por comprarmos um BMW, Mercedes ou Audi que estamos livres de problemas!

No entanto, além das avarias existentes devido a problemas de juventude de alguns modelos e mesmo outros que são crónicos durante toda a existência de um
determinado modelo, existe ainda outro factor: o dono do autoóvel.

Por exemplo, ao fazer uma reprogramação a um automóvel há inúmeros componentes que poderão ficar sujeitos a esforços superiores, para os quais não foram dimensionados.
Há muitos problemas potenciais num automóvel reprogramado: o turbo partir, motor desalvorar, a FAP derreter, a bomba injectora deixar de funcionar, ter pistões furados
ou mesmo fundidos, a caixa de velocidades partir, etc, etc. Até há casos de motores que derretem...

É claro que neste negócio das reprogramações há empresas com funcionários muito competentes, assim como muitos que não passam de curiosos.
Se há quem prefira pagar um pouco mais e ficar tranquilo, outros preferem uma reprogramação "mais em conta", mas arrisca-se a ter sérios problemas no automóvel.
Uma vez que o valor da reparação de um turbo, de um motor ou de uma simples FAP é incomparavelmente superior à diferença entre uma reprogramação feita por um
curioso ou por um bom profissional, não entendo como existem tantos que continuam a "arriscar".

Qual é a vossa opinião sobre esta assunto?
__________________
ŁµÐ€ ρяѻσנє¢†s: nuno.2ya.com - ツ - ɯoɔ˙ɐʎ2˙ounu//:dʇʇɥ
BMW 330Cd | Honda Prelude 2.2 VTEC 4WS


"Subviragem é quando bates de frente no muro. Sobreviragem é quando bates de traseira no muro.
Potência é a velocidade com que bates no muro. Binário é até onde consegues levar o muro contigo."
lude está desligado  
                                                        Responder com citação