Ver Resposta Única
Antigo 07-03-2009, 17:57   #6
lude
Moderador
 
Avatar de lude
 
Registado em: Mar 2009
Localização: Chelas
Posts: 4,433
Padrão

Vamos lá ver como é que funciona este software de diagnóstico / programação / codificação da BMW:

O software mais importante é o DIS (Diagnostic Information System).
Este software foi desenvolvido para trabalhar em dois ou três tipos de máquinas. Essas máquinas são o GT1 (Group Tester One), que não é mais do que um portátil com algumas pequenas modificações.

Foto:
Esta máquina tem uma base como podem perceber e a parte do ecran pode-se retirar da base e levar para qualquer lado. O ecran é tactil e liga-se por rede ao interface que por sua vez se liga por OBD ao carro.

O DIS foi tambem desenvolvido para funcionar noutra máquina chamada DISplus que já é um pc dentro dum pequeno armario com rodas.

Esta máquina faz o mesmo que a anterior mas tem a vantagem de ter mais interfaces e pinças para fazer medições físicas nos carros.

O DIS foi sendo desenvolvido para fazer diagnosticos, e programações ou codificações nos carros. No entanto isto não é bem verdade, o DIS faz a parte de diagnostico e para se poder fazer as programções é necessário instalar o CIP.

Em 2005 a BMW separou as "águas" e decidiu manter o DIS, mas criou uma nova ferramenta, o Progman. O Progman passou a ser a ferramenta de codificações e programações. O Progman foi desenvolvido para funcionar num pc que se chama SSS. abreviatura de Software Service Station.


Resumindo: até a versão 44 faz diagnosticos, programações (com o CIP instalado) e codificações, e a partir da versão 45 só faz diagnosticos.

Agora os interfaces:
Originalmente a BMW lançou o DK21 para trabalhar com o GT1/DIS
Mais tarde, em 2006/2007 (depende das series) os carros deixam de comunicar com o interface através de "linhas K" e passam a usar CAN, mais precisamente um protocolo chamado DCAN. Aí a BMW faz novos interfaces chamados OPS e OPPS.
OPS


OPPS


Estes novos interfaces, além de CAN suportam também byteflight, MOST etc... Que são protocolos para "mexer" em algumas ECU's nos vossos carros. Por exemplo tudo o que esta no barramento do carro (atenção apenas carros mais recentes) como por exemplo sistema de navegação, radio, telefone, etc... Pode ser programado por MOST em apenas "poucas" horas devido à maior velocidade de comunicação neste tipo de suporte (fibra). A mesma programação feita atraves de outro protocolo pode demorar por exemplo 20 horas ou mais.

GT1 - nome da máquina de diagnosticos
DIS - nome do programa de diagnosticos
SSS - nome da máquina de programaçoes/codificações
Progman - nome do programa de programações/codificações
__________________
ŁµÐ€ ρяѻσנє¢†s: nuno.2ya.com - ツ - ɯoɔ˙ɐʎ2˙ounu//:dʇʇɥ
BMW 330Cd | Honda Prelude 2.2 VTEC 4WS


"Subviragem é quando bates de frente no muro. Sobreviragem é quando bates de traseira no muro.
Potência é a velocidade com que bates no muro. Binário é até onde consegues levar o muro contigo."
lude está desligado   Responder com citação